2 de fev de 2016
Por Nathália Bastos

Indicando Livros: 5 gêneros/5 livros

Ei gente, eu sou a Gabi e hoje eu vim indicar pra vocês 5 livros de 5 gêneros literários diferentes! Tive essa ideia porque às vezes nos acomodamos muito em um só gênero literário! Por exemplo, eu amo fantasia, e se não me policiar passo o ano inteiro lendo só isso hahaha. Mas há muita coisa interessante além deste mundinho e às vezes nós perdemos muito em nem tentar conhecer! Então aqui vai as minhas indicações pra vocês, quem sabe, se aventurarem por algum gênero que acham que não são muito fã, ou que nunca leram ;) Ah, e coincidentemente (sério), todos os livros indicados aqui possuem adaptação cinematográfica.


DRAMA – O lado bom da vida
Autor: Matthew Quick
Editora: Intríseca
Páginas: 256
Sinopse: Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um “tempo separados”. Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.

 Se você já assistiu esse filme pode achar que a estória é apenas mais um romance, mas a verdade é que no livro o relacionamento entre Pat e Tiffany está longe de ser o foco principal. Na  minha opinião, o papel de Tiffany no livro é bem menos significante do que o papel dado a ela no filme. A estória contada por Matthew Quick foca muito mais nos problemas psicológicos de Pat, sua readaptação ao sair da clínica e seu relacionamento com os seus familiares. No livro a amizade desenvolvida pelo Pat e seu psiquiatra tem foco muito maior que o relacionamento com Tiffany, que aliás se desenvolve de forma bem estranha e bem mais devagar. Uma coisa de que gostei muito neste livro é que a medida que Pat vai se recuperando ele vai nos dando vários ensinamentos e reflexões sobre a vida. Eu li no kindle, e ainda pretendo comprar o exemplar físico pra saciar a minha vontade de marcar todas as frases lindas que ele tem! Foi um dos livros deste gênero que mais gostei de ler.

BIOGRAFIA – Eu sou Malala
Autor: Malala Yousafzai, Christina Lamb
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 360
Sinopse: Quando o Talibã tomou controle do vale do Swat, uma menina levantou a voz. Malala Yousafzai recusou-se a permanecer em silêncio e lutou pelo seu direito à educação. Mas em 9 de outubro de 2012, uma terça-feira, ela quase pagou o preço com a vida. Malala foi atingida na cabeça por um tiro à queima-roupa dentro do ônibus no qual voltava da escola. Poucos acreditaram que ela sobreviveria. Mas a recuperação milagrosa de Malala a levou em uma viagem extraordinária de um vale remoto no norte do Paquistão para as salas das Nações Unidas em Nova York. Aos dezesseis anos, ela se tornou um símbolo global de protesto pacífico e a candidata mais jovem da história a receber o Prêmio Nobel da Paz. Eu sou Malala é a história de uma família exilada pelo terrorismo global, da luta pelo direito à educação feminina e dos obstáculos à valorização da mulher em uma sociedade que valoriza filhos homens.

A história de Malala sempre me chamou a atenção nas reportagens.  Uma garota tão nova sofrer um atentado, ser exilada e a primeira a ganhar um Prêmio Nobel da paz. Me admirei muito pela sua capacidade de transformar um acontecimento tão traumático em sua vida em uma coisa positiva, uma militância. A história contada no livro vai além do fatídico dia em que Malala foi baleada. Retrata como foi a sua vida até aquele momento, a mudança que teve de sofrer por consequência, a sua cultura, a sua região. Eu achei um livro extremamente instrutivo. Inclusive, por isso, a leitura inicial é um pouco difícil. A princípio ela tenta nos contextualizar sobre as várias divisões que possui o Paquistão. Não só política, a delimitação que nós conhecemos no mapa, mas também geográfica, cultural e religiosa. Dá pra imaginar a confusão? Ou quantos conflitos podem surgir em um país tão heterogêneo, onde não há uma identidade nacional, uma identificação como povo em toda sua abrangência territorial? Fora os problemas enfrentados exclusivamente pelas mulheres em uma sociedade dominada pelo patriarcalismo. Achei um choque cultural bem grande e uma excelente leitura para crescimento pessoal. Depois desse livro eu fiquei com muita vontade de ler outras bibliografias de pessoas que eu admiro. Notei ser um excelente fonte de inspiração.

ROMANCE POLICIAL – Assassinato no Expresso do Oriente
Autor: Agatha Christie
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 196
Sinopse: Nada menos que um telegrama aguarda Hercule Poirot na recepção do hotel em que se hospedaria, na Turquia, requisitando seu retorno imediato a Londres. O detetive belga, então, embarca às pressas no Expresso do Oriente, inesperadamente lotado para aquela época do ano. O trem expresso, porém, é detido a meio caminho da Iugoslávia por uma forte nevasca, e um passageiro com muitos inimigos é brutalmente assassinado durante a madrugada. Caberá a Poirot descobrir quem entre os passageiros teria sido capaz de tamanha atrocidade, antes que o criminoso volte a atacar ou escape de suas mãos.

Gente, foi por meio da leitura dos livros de Agatha Christie que eu me apaixonei pelos romances policiais. Li várias estórias do famoso detetive Hércule Poirot (que se pronuncia “Poarrô”) e sério, sou fã. O detetive é super metódico nas suas investigações e tem um jeito todo particular de analisar as cenas do crime. Coisas que a princípio podem não fazer sentido, mas que se encaixam no final como um quebra cabeça. Ao longo de suas estórias você vai descobrindo junto com o personagem pequenas pistas até o desfecho do caso. Admito que sempre chego às conclusões erradas hahaha, mas por isso sempre me surpreendo. Esse livro em especial é um dos meus casos preferidos pois considero o seu final diferenciado! Não é uma leitura muito fácil, mas é bastante envolvente e que também desperta muita curiosidade. Você acaba o livro e já quer se tornar um detetive profissional hahaha ou talvez seja só eu.

SUSPENSE – Garota Exemplar
Autor: Gillian Flynn
Editora: Intrínseca
Páginas: 448
Sinopse: Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississipi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se nãofoi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam pra ele?

Se você ainda não viu este filme, não o assista antes de ler este livro. E se você já assistiu, ainda sim vale a pena ler! A escrita da Gillian Flynn é maravilhosa e te faz mudar de opinião a cada capítulo. A narrativa, principalmente do meio para o final, te prende bastante pois a medida que se aproxima do fim você vai ficando cada vez mais curioso pra saber como o desfecho. Eu achei que a estória conseguiu me surpreender em vários pontos, não foi nada previsível. É um tipo de suspense perfeito pra quem não é fã de terror, é um suspense mais dramático, investigativo.

TERROR – O Exorcista
Autor: William Peter Blatty
Editora: Europa-América
Páginas: 348
Sinopse: Nos Estados Unidos da América, algo muito estranho acontece. Atingida por uma doença que os melhores especialistas não conseguem descobrir, uma criança caminha para a morte, semeando a destruição à sua volta, ao mesmo tempo que se vai apagando numa agonia atroz.

Este foi o primeiro e único (até o momento) livro de terror que eu li na vida. Não assisti ao filme porque sou muito medrosa. Mesmo hoje uma galera me dizendo que os efeitos desse filme estão ultrapassados eu ainda não tenho coragem. Mas, como boa viciada em tudo quanto é livro, resolvi encarar. Pensei “o livro deve ser mais de boa” hahaha. Confesso que quando terminei fiquei dormindo de luz acesa por uns três dias ainda. Mas, pra quem tem coragem e gosta do gênero é uma boa pedida. Ele cumpre o seu fim, que é dar um puta medo. A estória em si é interessante e eu fiquei com muita dó da mãe da menina o livro inteiro, ou seja, o livro consegue despertar outros sentimentos também hehehe.


É isso aí gente, espero que tenham gostado e comentem aí se vocês curtiram esse estilo de indicação de livros e se querem talvez uma indicação de filmes nesse modelo também =D Beijos e até a próxima!

Post feito pela Gabi Araújo.


Post válido para Top Comentarista de Fevereiro.

Comentários via Facebook

14 comentários:

  1. Oioi^^ e verdade as vezes nos acostumamos em so um genero de livro tipo eu so gosto de romance kkkkkkkkk mas vou tentar ler outros tipos de gênero não gosto muito de romance policial vou arriscar os de terror tenho esse o "lado bom da vida" na prateleira vou tentar ler ele no momento to lendo destinado da carina rissi♥♥♥♥♥ romântico né nvdd kkkkkkkkkkk bj bj

    ResponderExcluir
  2. Super indico o Lado Bom da vida..
    Apesar de não ser fã de drama, esse livro nos passa uma mensagem muito boa. Vale a pena

    ResponderExcluir
  3. Já lir o lado bom da vida e recomendo.
    Gostaria de ler garota exemplar e o exorcista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. já li garota exemplar, você vai adorar!

      Excluir
    2. Dizem que é bom mesmo!!! Tô ansioso para lê.

      Excluir
  4. Morro de vontade de ler O lado bom da vida, mas até hoje não tive oportunidade :c

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai adorar. Eu particularmente gostei muito.

      Excluir
  5. Oi Gabi... ótimas indicações... Sobre o lado bom da vida, eu vi só o filme... já tinham me falado q o filme é bem diferente do livro, como vc mesma relatou... então eu meio q fiquei sem vontade de ler, pois eu amoooo o filme... hehehe...
    Eu ainda não li a estória de Malala, mas eu quero muito... deve ser mesmo uma inspiração de vida para nós...
    Aaaahhh nem gosto de ouvir falar sobre o expresso oriente... rsrsrs... é q meu amigo me contou o final, acreditas???? Eu fiquei muito chateada... e nunca li o livro por isso...
    Garota exemplar tb não li e nem vi o filme, justamente por seguir seu conselho, só verei o filme depois q ler o livro e ele ainda está na minha lista imensa de leituras... haha...
    O exorcista, não tenho coragem de ler, tenho medoooo... kkkkkk... e depois de saber q vc teve q dormir tres dias com a luz acessa é q não lerei mesmo....

    Belas Terapias / Fan page

    ResponderExcluir
  6. Já li O lado bom da vida e adorei. Quero ler Eu sou Malala o que essa menina passou pelo simples fato de querer estudar e conseguir se superar e virar exemplo, é incrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também, achei O lado bom da vida uma leitura bastante interessante. Faz tempo que quero ler Eu sou Malala, é uma história incrível, só não tive tempo de ler ainda

      Excluir
  7. Já li O lado bom da vida, e achei decepcionante em relação a tudo que já li sobre ele, achei bastante irritante e sufocante... eu particularmente não recomendaria..

    ResponderExcluir
  8. Já li O Lado Bom da Vida e gostei bastante, achei ele bem melhor que o filme, como você disse o foco não é o romance entre eles e sim os problemas psicológicos do Pat, gostei de ler o livro pelo ponto de vista dele, quero muito ler Eu sou Malala, já vi muitas coisas boas sobre ele na internet.

    ResponderExcluir
  9. E realmente verdade as vezes gostamos tanto de um gênero que acabamos lendo só aquele, eu sou bem assim, geralmente leio NA ou YA, mas quero ler mais livros distópicos, fantasia, romance policial, e mistério.

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por