1 de nov de 2015
Por Nathália Bastos

Uma Curva no Tempo/ Dani Atkins


Título: Uma Curva no Tempo
Autora: Dani Atkins
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Avaliação: 5/5
Sinopse: A noite do acidente mudou tudo... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando. Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo. Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim... Ou funciona?

A noite do acidente foi uma grande sorte... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou. Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?

Estou sem palavras, esse livro me encantou de uma forma que nunca pude imaginar, me arrancou lágrimas do início ao fim, foram tantas emoções que o livro despertou em mim, e tantas lembranças também. Um livro lindo e arrebatador que me fez pensar o quanto devemos valorizar a nossa vida nos mínimos detalhes e também na vida das pessoas ao nosso redor. Gostaria de ter uma segunda chance como a personagem principal teve, apenas para mudar o modo de olhar as coisas e ter um final feliz.

O livro conta a estória de Rachel, que teve sua vida transformada após um trágico acidente no qual levou seu melhor amigo, Jimmy, a morte. 

Tudo aconteceu na noite em que Rachel e seus amigos resolveram fazer uma despedida, já que haviam terminado o ensino médio e cada um agora seguirá um caminho diferente, a Universidade. Rachel tinha grandes planos, cursar Jornalismo e permanecer ao lado do seu namorado Matt. Mas durante a comemoração o inevitável acontece, um carro em alta velocidade perde o controle do carro em uma curva e acaba batendo no restaurante em que Rachel e seus amigos estavam. Muitos conseguem escapar, mas Rachel acaba presa e sem saída, nesta hora, Jimmy, seu melhor amigo, volta e consegue salvá-la antes de ser pega pelo carro, mas ao salvá-la Jimmy perde a sua vida.

Cinco anos após o acidente, Rachel tem uma vida bem pacata, ao invés de ser uma jornalista que sempre sonhou ela é agora uma simples recepcionista em uma construtora em Londres, mora em apartamento nada agradável em cima de uma lavanderia e, para piorar ainda mais sua situação, seu pai está doente de câncer e Rachel também, sente fortes dores de cabeça quase sempre, e ela ainda carrega uma cicatriz no seu rosto que o faz lembrar-se do acidente e a culpa pela morte de seu melhor amigo, ou seja, sua vida não é nada muito boa. Depois de cinco anos do trágico acidente, Rachel volta a sua cidade natal para o casamento de sua melhor amiga Sarah, ainda relutante em reaver alguns de seus amigos, Rachel resolve encarar esse desafio.

De volta a sua cidade onde tudo aconteceu, se Rachel achou que sobreviveria para enfrentar seu medo e temores, talvez interpretasse mal, na noite da despedida de solteiro de Sarah, Rachel descobre que seu antigo namorado, que era um garanhão que arrancava suspiros e atraia olhares de todos a sua volta hoje namora ninguém mais do que sua amiga Cathy, no qual também é linda de causar inveja, sem contar no clima tenso ao perceber a falta de Jimmy, e a teoria de que Jimmy era apaixonado por ela, isso acaba sendo demais para Rachel que já estava se sentindo mal com as fortes dores de cabeça e resolve ir embora, mas no meio da noite resolve visitar o túmulo de Jimmy e aí que Rachel sofre um colapso devido as fortes dores de cabeça e acaba inconsciente ao lado do túmulo.

Ao recobrar a consciência, Rachel percebe uma mudança, seu pai está muito bem da saúde, ela noiva de Matt e leva uma vida que sempre sonhou com uma carreira de jornalista e o melhor, seu melhor amigo Jimmy está vivo.

"O quarto oscilou; eu sabia que a cor devia ter sumido do meu rosto. Estendi a mão cegamente para o portal, sabendo que não ia adiantar nada. Ao desmoronar no chão, num desmaio digno de uma dama vitoriana, tive tempo de dizer uma única palavra: - Jimmy!"

Sem saber como explicar o que está acontecendo, Rachel acha que morreu e está no céu o que leva a todos pensar que ela não está nada bem devido a uma forte pancada na cabeça e o médico da o diagnóstico de amnésia. Na luta para mostrar que não tem amnésia, Rachel começa uma busca pelo o que realmente aconteceu que levou ela a ter outra vida totalmente desconhecida. E é aí que tudo vai desenrolando onde ela só tem uma teoria: que a realidade havia de algum modo se dividido em duas no momento do acidente.

Bom, acho que já contei demais rsrsrsrs. Super recomendo que você leia esse livro e tenho certeza que você ficará impressionado. A leitura é bem gratificante, gostosa de ler, narrado em primeira pessoa, pela própria Rachel, e sem contar às emoções que o livro consegue despertar em nós leitores de modo que é impossível conter as lágrimas. A cada teoria que o livro vai nos dando sobre o que realmente poderia ter acontecido vai te deixando preso ao livro pois a curiosidade não pode vencer, e esse é um grande ponto positivo do livro. Espero que tenham gostado da resenha e como também espero que um dia vocês leiam.

Post feito pela Nathy.

Deixe aqui seu comentário

Comentários via Facebook

2 comentários:

  1. Oi Nathy, estou com muita vontade de ler esse livro, sempre vejo comentários muito bons a respeito.

    Parabéns pela resenha ;)

    Beijokas da Quel ¬¬
    http://literaleitura2013.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ameiii, sua resenha me deixou com mais vontade ainda de ler esse livro, apesar de eu saber que vou chorar muitoo, parece ser uma história incrível...
    Parabéns pela ótima resenha... Bjuus may (https://nossavidaemserie7.blogspot.com.br/?m=0)

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por