7 de mai de 2016
Por Nathália Bastos

As vantagens de ser Invisível/ Stephen Chbosky

Título: As vantagens de ser invisível
Volume: Único
Autor: Stephen Chbosby
Páginas: 224
Editora: Rocco
Avaliação: 4/5
Sinopse: Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir "infinito" ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se é real ou imaginário.

Ao ler esse livro, me senti muito bem. Como os acontecimentos do livro são entre 1991 e 1992 – época em que ter telefones móveis era quase impossível, tendo em vista que a maioria das pessoas do livro são de classe média e quem tinha celular eram popularmente as pessoas de classe alta -, em nenhum momento o protagonista relata ninguém usando computador, nem telefone móvel, nem nada muito contemporâneo. O mais legal é que o livro tem citações literárias, musicais e audiovisuais (filmes).

As citações literárias são a maioria de Bill, o professor de Inglês de Charlie, que dá toda semana (ou mês, enfim) um livro para Charlie ler e fazer um trabalho sobre ele. Com isso, Charlie ganha uma nota extra, o que seria muito bom se acontecesse com nós, meros mortais e estudantes. Entre muitos livros, temos “O Apanhador no Campo de Centeio”, ”Peter Pan”, “O Sol é Para Todos”, “Hamlet”, “O Grande Gatsby”, entre muitos outros títulos. As citações musicais são por parte do próprio Charlie, de seus amigos, sua irmã e o namorado dela, entre outras pessoas. O que mais lembro no livro é Charlie fazendo um compilado de músicas em uma fita-cassete para ouvir ou dar de presente para alguém. Já as audiovisuais, são por quase todo mundo do livro. Sério, é muita gente com muita citação. Uma das mais marcantes é o filme “The Rocky Horror Picture Show”, do qual Patrick, amigo de Charlie, faz o protagonista do filme num musical. Confira aqui as citações “culturais” de Charlie no livro: http://paginaporpagina.com.br/livros/curiosidade-as-vantagens-de-ser-invisivel/

“- Ele é uma figura, né?
Bob concordou. Patrick depois disse alguma coisa que acho que nunca vou esquecer.
- Ele é invisível.
E Bob assentiu com a cabeça. E todos no porão fizeram o mesmo. E comecei a ficar nervoso como Bob, mas Patrick não me deixou ficar nervoso demais. Sentou-se do meu lado.
- Você vê as coisas. Você guarda silêncio sobre elas. E você compreende.” Parte 1, pág. 48

Todos os personagens da história são bem construídos. Nem pouca, nem muita informação. É o necessário para não ficar com aquela dúvida sobre o personagem. Um ponto negativo, mas construtivo da história, é o fato de Charlie ser muito ingênuo e ter falta de conhecimento sobre, até então, coisas básicas. Não sei se o fato dele ter falta de conhecimento sobre coisas básicas era uma coisa da época ou se as pessoas hoje em dia tem mais portais para pesquisar tais coisas e assim, acabam sabendo um pouco mais. Mas, lembrando que essas coisas são a personalidade de Charlie e que é isso que constrói e define ele. E, francamente, esses pontos não é uma coisa que vai te fazer odiar ou abandonar o livro, ou, talvez, nem lê-lo.

O autor escreveu muito bem, e, como na sinopse diz, o cara era roteirista, então ele levou vantagens na hora da escrita. É tão estranho escrever vantagens quando o nome do livro tem vantagens

A ação do livro ocorre normalmente. É claro que tem umas partes meio tediosas, mas a cada minuto pode ter uma situação improvável e coisas assim.

Eu espero que vocês tenham gostado da resenha! Deixem nos comentários qual é a opinião de vocês do livro e se vocês concordam ou discordam comigo em algum ponto. Nos falamos na próxima postagem! J

Post feito pela Cecília.




Post válido para Top Comentarista de Maio



Comentários via Facebook

6 comentários:

  1. Cecília, eu ainda não tive a oportunidade de ler As Vantagens de Ser Invisível, mas tenho uma enorme vontade, pois assisti ao filme á algum tempo e simplesmente amei, principalmente o personagem principal, Charlie, por sua simples vida de um adolescente e descobertas.
    Gostei de saber que o livro lhe proporcionou uma ótima leitura, mesmo que em algumas partes ele tenha sido tedioso. Mas tenho a certeza de que também irei gostar. Torço para que eu possa fazer a leitura me breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Fui indicado pelo um amigo há ler o livro, mas nunca tive o interesse de pesquisar o que se trata. Lendo a sinopse não me interessou muito, o que mais me interessou foi sua resenha. Ela descreve mais o livro, achei bacana...

    ResponderExcluir
  3. Oi Cecília, eu li esse livro já faz muito muito tempo e só lembro vagamente do enredo e de algumas cenas que me marcaram. Lembro também que na época o livro não conseguiu me conquistar completamente, mas lendo a sua resenha agora fiquei com vontade de relê-lo.
    Eu não lembrava que o livro possuia tantas refêrencias, e isso é uma das coisas que eu mais gosto em livro. E que bom que você conseguiu aproveitar a leitura, mesmo com aquelas partes tediosas.
    Beijo :)

    ResponderExcluir
  4. Tenho um amigo que ama esse livro, já lei duas vezes, e tenho muita vontade de ler esse livro mas ate agora com outras leituras mais interessantes e lançamentos eu meio que deixei esse livro de lado, embora o interesse ainda permaneça. Eu gostei da sua resenha e fiquei feliz que gostou o livro.

    ResponderExcluir
  5. Oi Cecília.
    Tenho muita vontade de ler esse livor, mas ainda não tiver a oportunidade. Muitas pessoas falam bem dele.
    Acho bem interessante quando as histórias são ambientados em uma outra época. São outros costumes e é interessante ver a rotina delas sem a presença da tecnologia.
    Parece que o livro faz citações de muitos livros. Já li O sol é para todos (é ótimo) e vi o filme do Great Gatsby, então acho que não ficaria tão por fora assim rs

    ResponderExcluir
  6. Eu amei esse livro e acabei me apegando a todos os personagens, pois como vc disse são muuito bem construidos... Só que eu terminei o livro me sentindo triste pela graaan revelção finale tipo </3

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por