30 de jul de 2016
Por Nathália Bastos

Tem Alguém Aí?– As Irmãs Walsh #4/ Marian Keyes

Título: Tem Alguém Aí?– As Irmãs Walsh #4
Autora: Marian Keyes
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2012
Páginas: 602
Sinopse: Anna Walsh é um desastre ambulante. Ferida fisicamente e emocionalmente destruída, ela passa os dias deitada no sofá da casa de seus pais em Dublin com uma ideia fixa na cabeça: voltar para Nova York. Nova York é onde estão seus melhores amigos, é onde fica o Melhor Emprego do Mundo®, que lhe dá acesso a uma quantidade estonteante de produtos de beleza, mas também, e acima de tudo, é a cidade que representa Aidan, seu marido. Só que nada na vida dela é simples... Sua volta para Manhattan se torna complicada não só por conta de suas cicatrizes físicas e emocionais, mas também porque Aidan parece ter desaparecido. Será que é hora de Anna tocar sua vida pra frente? Será que ela vai conseguir (tocar a gente sabe que sim; o negócio é pra frente)? Uma série de desencontros, uma revelação estarrecedora, dois recém-nascidos e um casamento muito esquisito talvez ajudem Anna a encontrar algumas respostas. E talvez transformem sua vida... para sempre.

Longe dos Irlandeses da Nora Roberts e não tão trágico quanto Nicholas Sparks.

Uma história boa, não cai no clichê raso.  Como nos livros anteriores, Tem alguém aí? Começa com o “bonde” andando.


Para quem leu os livros anteriores, já conhece a história da Anna. Porém não dá pra entender porque ela está na casa dos pais naquele estado. A história segue te deixando em suspense (o que é bom porque te faz querer continuar lendo, o que é ruim... afinal aumenta a vontade de entender, rs) a escrita te faz simpatizar com a personagem e com o momento dela.

O retorno do pra Nova York causa uma reação nos familiares que aumenta esse suspense pelo antes da personagem. E a chegada em Nova York te faz ter muita raiva do Aidan.

A medida que a história evolui e começa a entrar numa sequência linear você provavelmente vai ser a melhor amiga da Anna. O humor e as sequências que envolvem as outras irmãs Walsh mantem o ritmo da história. Porém o antes do início do livro me pegou desprevenida. Me senti mal por tudo que pensei a respeito do Aidan. Eu quis reescrever a história e tirar aquilo dali poxa não podia ser, mas toda a inevitabilidade do que é fez a história de: Tem alguém aí? Ser a minha favorita da Marian Keyes, isso nada tem a ver com o fato de ter sido presente de aniversário do meu marido para mim. Foi o motivo de comprar os outros livros dessa série.

“Lembrar de um sonho é quase tão difícil como agarrar um passarinho na mão. Mas, às vezes, parece que o passarinho vem pousar no ombro da gente de livre e espontânea vontade. ”

Mesmo escrever essa resenha me traz os sentimentos despertados pelo livro de volta, vontade de abraçar meu amor e dizer que todo amor é real enquanto dura e espero que dure toda nossa vida.


Vale a leitura!



Post feito pela Elisabete Finco.




Post válido para Top Comentarista de Julho


Comentários via Facebook

7 comentários:

  1. Oii Elisabete! Gosteeeei mto da resenha!
    Esse livro anda me perseguindo! Qro mto leeer as obras da Marian Keyes...Explodindo de curiosidade!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi Elisabete!
    Que bom que você gostou e que na verdade se tornou o seu favorito dessa série! Acompanhei as outras resenhas e percebi que parecem ser livros divertidos mas que em certo ponto são emocionantes. E isso é o que os tornam inesquecíveis e deixam uma bela mensagem.
    Fiquei com vontade de entender a história de Anna, o que se passou com ela para acontecer tudo isso e também com Aidan.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi, Elisabete!
    Eu fico muito satisfeita em saber o quanto todos os personagens e narrativa te cativou. Isso me incentivou a procurar para ler também! O suspense e humor prescrito por todo o livro, muito me intrigou a conhecer a personagem, Anna.
    Espero gostar assim como você gostou.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oi Elisabete.
    Que bom que você gostou bastante desse livro! Acho que o fato do seu marido ter te presenteado com esse livro tenha influenciado sim um pouco a sua decisão de favoritá-lo rs
    Se um dia eu for ler outro livro da autora, vou ler esse já que você gostou tanto.

    ResponderExcluir
  5. Olha eu tenho que admitir que vou dar mais uma procurada antes de decidir sé irei ler esse livro, mas fico muito feliz que tenha gostado do livro ^^

    ResponderExcluir
  6. Acho que receber algo de presente de alguém pode influenciar sim, eu sou influenciada hahahaha. É um livro bem grandinho né? Que bom que você conseguiu se envolver com os personagens e que foi uma leitura boa. Ninguém merece livro grande com uma história bem ruim :/


    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  7. Nossa,não imaginava que esse livro tinha esse tanto de páginas!!!!!
    Mas se a leitura é prazerosa, vale a pena não é!?
    Preciso adquirir alguns livros da autora,já que possuo só dois.

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por