23 de set de 2016
Por Nathália Bastos

Gaian - O Reinicio/ Cláudio Almeida

Título: Gaian - O Reinicio
Autor: Cláudio Almeida
Editora: Talento da Literatura Brasileira
Páginas: 335
Avaliação: 4/5
Sinopse: Gaian - o Reinício é uma fantasia épica e narrará os últimos acontecimentos da 7ª Era daquele mundo que revelaram o nascimento de uma guerra, a queda do grandioso Reino do Norte e o reaparecimento dos guerreiros sagrados, um grupo destinado a combater o mal que trará, a cada povo de Gaian, desespero, dor, pavor e morte e deseja acima de tudo a destruição. Quais escolhas devem ser feitas? O que importará mais? A força ou a sabedoria? Quais serão os caminhos dos guerreiros sagrados diante dos desafios? Haverá ainda espaço nas almas para a esperança?
Seja bem-vindo(a) a Gaian - o Reinício. Um livro sobre perdas, poder, pureza, vingança, aprendizado, medo e sobretudo crescimento. Um livro onde o passado, o presente e o futuro se encontrarão para formar o destino.


Antes de mais nada gostaria de me desculpar com o meu querido parceiro Cláudio Almeida por ter demorado um pouco com a leitura, pra falar verdade fui muito surpreendida com cada detalhe extremamente rica e muito bem elaborada. Gaian - O Reinicio é mais do que uma aventura, é uma magia, é uma estória muito bem enredada e envolvente com palavras sábias, e foi por isso que amei conhecer esse mundo. Gaian é diferente de todas as fantasias que você já leu, além de o autor ser mega talentoso, Cládio sabe colocar ensinamentos e sabedoria muitos preciosos em cada fala fazendo com que isso fique muito bem impregnado nas nossas cabeças. Esse é o tipo de livro que mesmo quando acaba ele ainda fica martelando na sua cabeça.

Pela primeira vez eu não consigo encontrar palavras para dizer como é o livro, são tantos detalhes, tantas sabedorias, perdas, vinganças, tantas ações que para mim dizer como seria preciso montar um filme, sério. Uma estória com tantos detalhes e tantos pontos importantes, que é preciso fazer anotações para não se perder (principalmente se você não esta acostumado com livros com tantos detalhes e ações), mas calma, vou tentar colocar aqui para vocês o porquê você deve ler esse livro e verá que não tem como não aprender com cada personagem.

Quero começar com Arffek, um guerreiro intenso, muito experiente, mas, com um coração amargurado e cheio de vingança depois da morte de sua esposa. Tentando encontrar uma forma de vencer a Terceira Grande Guerra, Arffek parte em busca dos outros guerreiros sagrados e com isso vai parar em uma pequena cidade chamada Arinon. Logo nesse inicio já podemos presenciar várias batalhas, pois alem de encontrar outros guerreiros sagrados, Arffek também tem que protegê-lo. 

Arffek é um guerreiro no qual eu descrevo como alguém difícil de lidar, possui pouca paciência e é sempre direto ao ponto, mas uma coisa me impressionou nele é forma como ele tenta seguir a vida após a  morte de sua amada, ao longo da estória vamos acompanhando e percebendo que ele nunca a superou e acabou se fechando.

"Algumas pessoas carregam dores que não podem ser compreendidas pelos outros."

Após de encontrar com o novo guerreiro, Hein, Arffek parte de encontro para avisar outras cidades sobre o ataque iminente da guerra no qual se avança, é nessa jornada vamos conhecendo novos guerreiros sagrados e novos obstáculos a enfrentar. São tantas batalhas para enfrentar e são justamente nessas batalhas que vamos conhecendo melhor cada guerreiro, Arffek por sua vez, percebemos que ele é muito impulsivo, não analisa muito antes de agir e acaba usando magias que requer muito de sua energia, com isso conhecemos também a guerreira Brisrar, no qual me identifiquei logo de cara, além de ser uma mulher cheia de força e garra, ela não esconde e nem nega sua fraqueza, mas sempre tenta analisar tudo antes de agir. Já Heim, um garoto bem inexperiente, mas mesmo assim tenta ajudar de alguma forma.

Uma coisa que me chamou mais atenção da guerreira Brisrar, é o fato de ela não esconde suas emoções e preocupações, por isso me identifiquei com ela, ela preocupa, ela é sempre disposta a ajudar e quando percebe que não consegue tal ação, recorre aos mestres sábios, reconhece que não sabe de tudo, mas sempre é humilde e pede que a ensinam. Brisrar se tornou minha favorita.

" - A guerra já acontece. Ter esperança, mesmo diante daquilo que parece inexorável, nos ajuda.
-  Sou uma pessoa que não nutre mais esse sentimento. [...] - Porque a esperança é o recuso de  um desesperado. A unica alternativa de um fraco.
- A esperança não é fraqueza, Arffek."

Outro ponto importante é o novo guerreiro que conhecemos por último, Ulthigar, um príncipe forte mas que reconhece que não é o melhor de todos, sabe seu limite e confia em sua intuição, também não esconde sua admiração por Brisrar (comecei a shisppar os dois kk), é ele quem ajuda a dá um passo maior, onde precisa encontrar sua espada e se tornar de vez o guerreiro sagrado.

A estória possui além de fantasia, possui também uma mitologia. Nele podemos ver várias magias e como ele é realizado, podemos ver criaturas sobrenaturais como lobisomens e dragões, também conhecemos suas culturas e costumes diferentes. 

Quando comecei a ler, me lembrei do livro O Nome do Vento, a escrita possui muito em comum que vai desde a forma detalhista até as palavras sábias. Por mas que eu tenha demorado a engata a leitura, não pude deixar de admirar a escrita do autor, ele sabe fazer as fantasias parecerem muito real, te coloca para dentro do livro e você presencia aquilo na sua frente.

Um livro digno de debate, também porque o autor deixou alguns pontos para trás no qual eu queria saber mais, saber sobre cada pontos que nos faz refletir em nos mesmo e nossas próprias ações.

Muito bem recomendado para quem ama fantasia com toque de Guerra dos Tronos, para quem ama uma ação muito bem detalhada e também para quem gosta de refletir sobre cada conselho dado. Só peço uma coisa quando forem ler, tentem se colocar no lugar de cada guerreiro, tentem entender o porque eles agem e pensam dessa maneira, tentem sentir cada sentimento deles que vai de dor, tristeza, pesar, raiva e vingança, pois só assim você verá que cada personagem pode fazer você se identificar com eles, que eles são acima de tudo, tão humanos como nós.

Seu final foi espetacular, o autor deixou ele bem aberto só para atiçar sua curiosidade para saber o que vem mais a frente, poi isso eu digo, senhor Cláudio, faz o favor de lançar logo o segundo kk.

Bom galera, espero que tenham gostado, eu gostei muito da leitura, mais o único ponto ruim para mim foram os detalhes demais, acho que por eu ser uma pessoa mais direta, tive que aprender a ter paciência e ler com calma, por isso demorei na leitura. Cláudio, agradeço muito por ter conhecido sua obra e desejo um imenso sucesso a você.

"Uma pessoa com a mente e o coração limpos é capaz de ver as coisas com maior nitidez."





Post válido para Top Comentarista de Setembro

Comentários via Facebook

6 comentários:

  1. Tenho muita vontade de ler esse livro e acho a temática muito bem bolada.
    Eu ganhei em um jogo literário que estava participando e estou super curiosa pela leitura.
    Art of life and books.

    ResponderExcluir
  2. Uaau, parece um livro incrível, e já eu que adoro estórias bem detalhadas iria amar haha!!

    ResponderExcluir
  3. Uau,confesso que fiquei um pouco perdida com tantos detalhes e ações.E esse gênero de livro foge bastante dos livros que costumo ler.E é exatamente por esse motivo, que se eu tiver uma oportunidade vou conferir para sair um pouco da minha zona de conforto. ;)

    ResponderExcluir
  4. Oii Naty! Eu não tinha lido resenhas do livro, gostei bastante da história, enredo tbm eh mto bom, vou qrer ler siiim!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Como adoro um livro de fantasia,não posso deixar de desejar esse livro.
    E apesar de ser um livro bem detalhista, gosto muito quando é assim,para a imaginação trabalhar bastante.

    ResponderExcluir
  6. Oi.
    Eu amo livros de fantasia, e fiquei bem curiosa para conferir esse livro, achei um pouco clichê a perda da esposa e tudo mais, mas nada que me faça reconsiderar essa leitura.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por