19 de jan de 2017
Por Nathália Bastos

Primeiras Impressões/ Uma Princesinha no País das Maravilhas - Flávio Oliveira

Título: Uma Princesinha no País das Maravilhas
Autor: Flávio Pereira de Oliveira
Gênero: Fantasia/ Infanto-juvenil
Avaliação: 4/5
Previsão de Lançamento: Maio
Sinopse: Uma vez, uma princesinha vestida a rigor — em roupa um tanto quanto masculina, parecia uma guerreira —, vinda de um pequenino planeta, chegou bem na hora do chá. Tantas conversas, tanto aprendizado, a meiguice da menina e a vontade de saber tudo e mais um pouquinho encantaram até a Lebre de Março, a qual aliás continua a dizer umas frases meio loucas. O Leirão dorme muito. Gambás jogando um esporte inspirado no basebol, o Professor Enciclopédimo — sábio guardião da biblioteca pública —, um gato sorridente e um sorriso sem gato, o homem do coração 100% mau, o louva-a-deus compositor de óperas, a serpente tatuada que brilha no escuro, aventuras, o Tempo dando o perdão, muitas conversas, altos bate-papos, os temas indo desde a solidez dos sentimentos — a ganância é bem pesada, já o amor é levíssimo e precisa ser bem guardado, senão o vento leva embora — até a dificuldade em ser uma porta etc. Há também uma raposa e uma despedida. Adivinhe quem conta essa história? — Eu, um mero chapeleiro meio doidinho.

Ei pessoas, quero apresentar a vocês essa coisa fofa e linda, um livro charmosinho que traz uma mistura de Alice no País das Maravilhas e Pequeno Príncipe, mas é aquele livro que parece estar mais para adulto do que para uma criança ler pois ele esta recheados de sabedorias, de um jeito meio louquinho, mas que só um adulto entende. 



Nele temos o Chapeleiro Maluco que sonhava em seguir os passos do Chapeleiro Real da corte, mas quando foi criar seu primeiro desenho de chapéu, causo um pequeno alvoroço pois ninguém o enxergava um chapéu e sim uma cobra que engoliu um elefante.

"No entanto, tive no decorrer da vida contato com gente louca e com gente lúcida, fazia o teste do desenho numero um, levado comigo no bolso. Sempre incluíam alguma cobra engolindo algum grande mamífero na resposta."

Passado alguns tempo, quando o Chapeleiro Maluco organizava a mesa para lhe servir de chá junto com o Leirão, que para variar esta sempre dormindo, e a Lebre de Março, até que aparece uma menininha, Alice, sem entender de onde surgiu a menina, ela lhe pede para que desenhe um passarinho. Após de várias tentativas de desenhar e nada agradava a Alice, até que ele desenha uma bota e diz que o passarinho já vem no seu ninho, pelo menos satisfez a menina né kk, e assim Alice o acompanha para o chá. Em meios as conversar malucas, Alice que é um tanto curiosa faz diversas perguntas que deixa o Chapeleiro Maluco mais maluco ainda. A verdade é que Alice veio de um outro planeta e tudo nesse mundo em que se encontrava era novidade para ela. 

"Essa menina certamente não atravessou um espelho e nem correu para dentro da toca. Talvez seja apenas uma louca sem chapéu."

E são nessas conversas de chás que vamos conhecendo um pouco mais os personagens, Chapeleiro Maluco é um tanto sábio que mostra a Alice o quão sólidos são os sentimentos. Sábias palavras que nos fazem refletir, pois foi nesse momento que mais me prendeu a leitura e mais uma vez a minha degustação acaba. 

Creio que esse livro nos espera uma aventura enigmática, cheia de sabedorias e experiências que nos fazem refletir, tudo isso de uma maneira tão delicada e sutil, até mesmo poético. A escrita do autor é leve e muito, muito poético. Amei a forma de colocar frase meio malucas e transformar- lá em uma reflexão. Num tanto, fiquei um pouco confusa no início, pois o autor não identifica os personagens logo de cara, por outro lado, demorei um pouco compreender a história pois eu nunca li O Pequeno Príncipe e nem assisti (sério gente, nunca mesmo), mas isso não é motivo de que é ruim, muito pelo contrário, a história é bem fluída e prende mesmo a atenção. Como eu queria falar mais, mas só tive uma pequena degustação e não faço ideia do vem seguir kk.

Esse livro será uma publicação independente do autor, ele está disponível no site da Catarse onde você apoia o projeto com doações financeira e com isso receberá em troca o livro mais alguns mimos, caso você tenha interesse em conhecer o projeto e apoiar basta clicar aqui.  Flávio, muito obrigada pela degustação, desejo sucesso nessa obra e tenham muitos apoiadores 💗


Post feito pela Nathy.



Post válido para Top Comentarista de Janeiro 


Comentários via Facebook

6 comentários:

  1. Que legal esse projeto de apoiar autores independentes!

    Quanto ao livro me parece que é uma releitura reflexiva ,mas me parece que engraçada também.
    A Alice dessa história é bem curiosa e louquinha né?!

    Gostei da dica!

    ResponderExcluir
  2. Adorei o livro e claro o projeto Nathy!
    Qro conhecer esse livro...
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Nathy.
    Que combinação mais ousada: Pequeno príncipe com Alice no país das maravilhas =)
    Já li Pequeno príncipe então acho que iria entender mais facilmente as referências.
    Achei o livro diferente e parece ser bem fofo também.
    Adorei a dica!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Nathy....
    Que livro mais fofo... 'O Pequeno Príncipe' já é um livro cheio de ensinamentos... "Alice no país das maravilhas' é simplesmente incrível... Uma combinação que promete dar muito certo, mas como você disse, também enxergo uma leitura mais para os adultos... Adorei seu post e com certeza quero adquirir esse livro...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  5. Oi,Nathy!!
    Adorei conhecer esse livro lindo! Gosto muito de ler histórias infantis, achei bem interessante essa releitura de Alicie.
    Beijos

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por