17 de mai de 2017
Por Duda Conti

Primeiras Impressões/ Anos de Chumbo - Letícia Magalhães


Meus amores, quanto tempo. E ai, o que acharam da nova cara do blog? Está lindo não é mesmo, ainda faltam alguns ajustes mais com o tempo ele vai ficar perfeito para vocês. Pedimos com gentileza para que tenham paciência. Andei sumida pelo fato do blog estar sendo arrumado e também por não me sobrar tempo para aparecer aqui por conta da faculdade (último ano e eu estou surtando). Mas enfim, indo ao que interessa como da última vez, hoje trago também as Primeiras Impressões de um livro que foge um pouco dos temas que eu estou acostumada a ler.



Título: Anos de Chumbo
Autora: Letícia Magalhães
Editora: Autografia
Páginas: 238
Avaliação: 3/5
Sinopse: Greta é uma estudante de 20 anos que, apesar de ter nome de estrela de cinema, leva uma vida pouco glamourosa. Ela mora com uma tia simplória e com o tio, que também é seu algoz e cabo do exército. Durante o regime militar, violentada pelo tio, ela se une a um grupo que edita um jornal clandestino, fazendo amizades, despertando paixões e ciúmes. O AI-5 é só o ponto de partida para uma história que oscila entre Brasília e São Paulo, epicentros de abusos e resistência durante a ditadura, em uma história que discute temas impensáveis para a época, como incesto, estupro, homossexualidade e luta armada. 




O livro se passa no período do finalzinho da década de 60 e o início da década de 70, ou melhor, durante a Ditadura Militar. Como se não bastasse todo o terror vivido pelos brasileiros com a aprovação do AI-5 (Um dos piores Atos Institucionais que ocorreu durante a Ditadura), Greta convive diariamente com a dura realidade já que seu tio é cabo do Exército Paulista, ela foi deixada criança para que seus tios cuidassem dela e a mesma nunca mais ouviu falar de sua mãe. Greta adorava sua tia, mas sentia ódio e repulsa de seu tio, já que além de autoritário, ela a agredia e abusava de Greta na infância.

Greta sentia a pressão física e psicológica que a Ditadura trazia, e era por isso que decidiu virar advogada, para acabar de vez com injustiças. 
“Greta Garbo Ferreira Médici, estudante de Direito, única mulher da classe. Magra, baixa, cabelos castanhos toscamente cortados, usava uma franja torta com a qual tentava , sem sucesso, ficar parecida com Audrey Hapburn. Tinha olhos esverdeados e amendoados, uma grande e bem desenhada boca, mas não era exatamente bonita. Vestia-se estranhamente, com vestidos muito fechados por cima de calças compridas e sandálias de salto alto ou sapatilhas. Não gostava de aglomerações ou do contato com outras pessoas.” (Cap. Vox Populi, pág. 5)
Eu gostei bastante da forma como a autora escreve, é um jeito simples e gostoso de ler (daqueles que você termina o capitulo rapidinho) e também é uma narrativa interessante sobre um momento histórico tão importante como esse em que o nosso país viveu.

Eu dei nota três para esse livro, pois, mesmo Ditadura Militar sendo um tema que eu amo estudar, não acho que fica bom dentro de um romance. É como a nova série da Globo, mesmo mostrando algumas realidades da época o foco é sempre o casal, a mocinha e o mocinho injustiçados pelas coisas que estão acontecendo. Acho que se um livro quer retratar um período histórico então esse deve ser o foco. Outro fato que me levou a dar nota três foi que eu não vi muitos detalhes sobre o que realmente aconteceu naquela época (sim, isso me incomodou bastante), não sei nos próximos capítulos mais nos que a autora me enviou para a degustação, a história parecia realmente focar no dia a dia de Greta e de como Guilherme, seu amigo, está apaixonado por ela e tenta conquistá-la.

Apenas reforçando, é uma opinião minha, eu gosto da história detalhada e que se é sobre um determinado período da história então que esse seja realmente o foco. Mas, tem gente que deve discordar de mim e isso é normal porque cada um é formador da própria opinião e é isso que faz o mundo andar para frente e as coisas mudarem.

Enfim, é isso. Se você gosta da Ditadura e gosta daquele ar de romance então esse livro é ideal para você.


INFORMAÇÕES SOBRE A AUTORA

Biografia: Letícia Magalhães é historiadora e pós-graduada na área de comunicação. Desde cedo mostrou interesse pela escrita, ganhando vários concursos e tendo seus trabalhos publicados em antologias. Lançou dois livros através de auto-publicação (Escritos de Garota - Contos, Crônicas e Poemas dos 7 aos 17 anos e Crítica Retrô - Apontamentos de uma Jovem Cinéfila), e também o romance "Anos de Chumbo". Atualmente mantém os blogs Crítica Retrô, sobre cinema clássicos e Diários de uma Quase-Escritora, sobre o dificil mundo da literatura, e é colunista dos sites Universo Retrô, Ambrósia e Filmes e Games.






Book Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=-G3hIi8ym6w
Fanpage: https://www.facebook.com/diarioquaseescritora/
Link da loja da Editora (opção mais cara): http://www.autografia.com.br/loja/anos-de-chumbo-/detalhes
Link Cia dos Livros (opção mais barata): http://www.ciadoslivros.com.br/anos-de-chumbo-724066-p587405
E-book: EM BREVE!! 




Espero que tenham gostado.




Não se esqueça de dizer nos comentários o que achou.


Nos vemos em breve.


Beijinhos <3 

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por