13 de jul de 2017
Por Elisabete Finco

Lua de Sangue / Cris Eliot

Lua de Sangue
Saga Lua de Sangue #01
Autora: Cris Eliot
Ano: 2016
Páginas: 304
Editora: Selo Jovem
Gênero: Fantasia / Romance / Suspense e Mistério
Nota: 5/5

Sinopse
Quando uma Lua de Sangue aparece na Terra, a vida de Elise Stein sofre uma transformação surpreendente. Ao receber dons extraordinários, passa a integrar um clã, cuja existência ficou camuflada ao longo de milênios desde a saída do povo hebreu do Egito. Ela ainda se sente atraída por seu protetor que parece correspondê-la, mas a seu modo desastrado.
Dividida, Elise precisa enfrentar uma missão crucial: preparar a Terra para o ‘ciclo de integração’ provocado pela Lua de Sangue. A tranquila e chuvosa cidade de Avem se torna palco de incríveis acontecimentos sobrenaturais. No final, o poeta inglês estava certo o tempo todo: há mais coisas entre o Céu e a Terra do que sonha nossa vã filosofia.


Narrativa em primeira pessoa pela protagonista Elise. É uma narrativa fluida, rápida, de fácil entendimento que deixa o leitor curioso a cada novo capítulo para descobrir os mistérios que estão por vir. A cada fim de capitulo fica algum assunto que vai ser resolvido logo no início do próximo, com exceções daqueles mistérios maiores que somente são resolvidos ao longo da história. 
"A fé aponta para o sentido das coisas, enquanto a ciência diz como as coisas se desenvolveram. São campos separados e complementares. Uma não pode invadir o terreno da outra.” 
Elise Stein, ainda é uma jovem mulher, casou-se muito cedo num arranjo entre as famílias.Ela sofre muito com seu casamento, tentando entender como que algo tão doce e belo, fruto da convivência e amizade vieram a ser agressões, estupro, sofrimento?? É preciso correria também e ouvir a história que levou até este momento e também te levara adiante.

Já nas primeiras páginas você entra num mundo frenético onde você não é a vítima, mas precisa correr para entender a caçada.  De cara fica ciente da dor, do medo e da vergonha. Poderia ser irônico, ou talvez até seja porque vê sua vida mudar quando uma Lua de Sangue* ocorre e ela descobre ser uma elemental.

Toda força que precisamos para sair de qualquer situação vem a partir de nós mesmos. Ainda que seja fé, ou uma determinação ferrenha a ponto de ser confundida com teimosia ou caso você acredite em magia. Talvez a palavra magia represente aquilo que é possível que ocorra, mas não parece razoável que seja real. Afinal quantos mistérios podem si esconder além do que nossos olhos podem ver?? Quando tudo muda o sobrenatural entra na vida de Elise. 

Custódio, um dos sete arcanjos anuncia sua mensagem de boas novas a Elise. Explica a ela porque o que é ser uma elemental e passa a ser seu tutor nesse aprendizado. Afinal com o poder advindo dessa descoberta vem grandes responsabilidades. 
" - Há aqueles que com medo do novo, temem em dar passos no escuro. Mas se esquecem que o futuro pertence às pessoas que acreditam na beleza dos seus sonhos."
Porém a atitude de Elise me incomodou profundamente em alguns trechos do livro porque não condiz com o discurso do inicio da história dela. E também por ser diametralmente oposto do que eu acredito que seria correto. Mas Custodio parece encarar isso como algo basicamente humano, relevando e tirando a significância dos fatos.  Infelizmente pra mim, o casal principal não funcionou. Sei que MUITA gente vai discordar e até espero que seja assim. Porém pra mim, foram os únicos argumentos que achei difíceis de serem assimilados. Porque?, (spoiler suprimido) Não entendeu? Sim isso mesmo, leia pra gente poder conversar off-line!!

O treinamento mais uma vez evoca fé e o que constitui a pessoa como inteiro.  Uma Trindade de corpo, alma e psique. Sem sombra de dúvidas a força mais poderosa é a do amor. Seja qualquer tipo de amor.  Seja o que é de todas as formas contado e louvado nos romances ou na realidade dos dias. Mas só a verdade liberta. Todos os erros e arrependimentos advém de alguma forma de mentira.  Seja a que nós contamos a alguém ou a nós mesmos. Porque em geral só acreditamos nas mentiras que nos contam quando essa é a que queremos ouvir. 
"- Um dia? Quais são seus planos? Para quando morrer? O dia é agora! O Passado se foi e o futuro pode não existir para você. Só existe o presente. O hoje." 
Entender e aceitar o mundo espiritual com anjos de luz, implica em aceitar a existência das trevas. Nisso vale dizer que a jornada de Elise também é a nossa. Apesar de tudo isso não necessariamente nos ajuda a lidar com o castigo final que é a mortalidade. Após a aceitação vem o conhecimento e com ele a constatação que Elise não é a unica elemental e que todos precisam estar preparados, treinando e desenvolvendo poderes e dons pra uma guerra anunciada que está pronta para começar. 
"- Não se vence o mal com o mal! - declarou pausadamente, deixando que a verdade da afirmação impactasse por si."
A chegada de novos personagens só fizeram acrescentar a história e trouxeram elementos novos e deliciosos também. Como o humor, a preparação para um evento que está acontecendo e é impossível de ser detido. Fiquei empolgadíssima com os Elementais bíblicos, achei o máximo, porque fez sentido!! E adorei que em meio a "crise" o humor da uma leveza maravilhosa a trama sem tirar dela essa sensação de que algo grandioso vai acontecer.
"Custódio, já falei sobre essa barba... Não estamos mais na era dos profetas!"
Eu gostei especialmente com as explicações encontradas pela autora para os eventos e símbolos da história, a presença e ausência de religiões também implica num livro sem aquele tom de catequese, apesar de possuir algumas explicações puramente existentes no Catolicismo Romano. Não encontrei em toda leitura nenhuma heresia o que deixa a leitura menos tensa também porque em momento nenhum ofende a fé de quem lê, pelo contrário. Curti a maneira como novas situações, fatos e novidades foram sendo acrescentadas porque a Elise, nos prepara junto com ela pra esses novos acontecimentos, então eles também passam a serem esperados e nem sempre bem-vindos. Tudo parece esta numa velocidade acelerada, como se o relógio desse mais voltas do que o normal, os acontecimentos estão entrando numa ascendente. O que vai acontecer, teremos que aguardar o segundo livro. 
Ótima leitura!

Sobre a Autora Cris Eliot
Clique para conferir!! criseliot.com // Facebook da Autora
“Lua de Sangue” é o primeiro romance de Cris Eliot ou, se preferir, Cristina Rodrigues Eliot. A autora nasceu nos Estados Unidos, mas seus pais eram brasileiros. Aprendeu desde cedo o português e se apaixonou por literatura lusa. Decidiu escrever seu livro graças à influência de sua irmã e escolheu lançar primeiro no Brasil por ser a terra “onde seu coração está” como costuma dizer. 
Vive atualmente com seu marido no Texas e seus dois filhos gêmeos que dão muito trabalho. A Selo Jovem teve que convencê-la a criar uma rede social. Cris é muito reservada e só aceitou a exposição, porque dividir a história de Elise Stein se tornou “uma lei, um imperativo tão forte, quase uma ordem divina inescusável”.

Onde comprar? Direto da editora / Amazon / Saraiva / Submarino

ESPECIAL!
Saindo de Avem por algum tempo, a Cris Eliot fez uma homenagem aos fans da Saga Crepúsculo, com um conto a pedido da Editora Selo Jovem!
Ao invés de sinopse, segue alguns trechos de nota da autora
    "Baile Fatal (parte 1) nasceu numa noite a pedido da Editora Selo Jovem. É uma homenagem aos fãs de fantasia que, assim como eu, são apaixonados por ler aventuras de vampiros e lobisomens. Também é especialmente dedicado aos fãs de Twilight (Stephenie Meyer) e Vampire Diaries (L. J. Smith). Muito obrigada por me dar uns minutos da preciosa vida de vocês com meus escritos. Com amor, Cris Eliot."
E essa foi só a primeira notícia boa, ele foi publicado gratuitamente!! A segunda é que a autora acabou de reformular o site Cris Eliot e ficou lindo!!
"— O quê vamos fazer? Sobreviver. A guerra é interminável... sempre ela encontra um jeito de voltar. Mas ninguém disse que não podemos nos divertir enquanto isso."
Clique para baixar os contos! Baile Fatal e Guerra Interminável, gratuitamente!
__________________________
*Lua de Sangue? É durante esse período que a Lua pode ser vista da Terra com uma cor avermelhada, causada pela luz do Sol, e matizada por sua passagem através da atmosfera terrestre - pense na coloração do céu  nos crepúsculos. Daí o nome "Lua de Sangue". 
(Fontehttp://revistagalileu.globo.com).

Comentários via Facebook

1 comentários:

  1. Oi Elisabete!
    Pelo jeito foi uma leitura de altos e baixos para você, mas não me atraiu.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por