16 de ago de 2017
Por Nathália Bastos

O Ar Que Ele Respira/ Brittainy C. Cherry

Título: O Que Ele Respira
Série: Elementos 1#
Autora: Brittainy C. Cherry
Gênero: Romance
Editora: Record
Páginas: 308
Avaliação: 4/5
Sinopse: Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.


Uma respiração de cada vez.

Mais um romance que me arrebatou, no qual senti um misto de sentimento quase inexplicável, a autora soube criar um clima que nos deixa ansioso, tenso, triste e alegre ao mesmo tempo, que nos faz adentrar na história e sentir na pele cada um desses momento dos personagens. Não é fácil lidar com a perda de uma pessoa querida, uma pessoa no qual você se doou, amou e se entregou e a autora nos entrega uma história onde mostra claramente os personagens passando pelos seus piores momentos apos a perda repentina de seus entes queridos, onde eles estão ao mesmo tempo quebrado e ainda tentando reaver a sua vida. E esse é romance de literalmente te deixar sem ar, magnifico a ponto de você chorar, seja por amor ou por tristeza, são sentimentos no qual passa para nós, leitores, onde nos faz solidarizar com cada situação e ainda aprender com ele.

Tristan e Elizabeth são duas pessoas que passaram por situações iguais, a perda de um ente querido. Tristan perdeu sua esposa e filho e Elizabeth perdeu seu marido, ambos em um acidente de carro, e isso os deixa um grande vazio em suas vidas, mas cada um lida com o luto a sua maneira, enquanto Tristan se fechou para o mundo, abandonando tudo que tinha e se mudando para uma cidade pequena, já Elizabeth tentar recompor sua vida, tenta ser forte pela sua filha, e um ano apos o trágico acidente ela resolve voltar para a cidade e para sua casa onde vivia com seu marido.

 Mas o destino resolve de alguma forma colocar um no caminho do outro de forma inesperada, alias, de colocar um cachorro no meio deles, pois Elizabeth atropela sem querer o cachorro de Tristan. E não para por aí, é claro que ela tomou todas providencias com o bichano, mas Elizabeth descobre que esse ser mau humorado e grosso agora mora ao lado de sua casa e que segundo os vizinhos, nada amigáveis, dizem que ele parece estar fugindo de algo e que poderia possivelmente ser um assassino (vizinhos né mores), mas é claro que Elizabeth não se deixou levar pelas fofocas, ainda se consumindo pela culpa de ter atropelado seu cachorro, ela se sente de alguma forma atraída a ele e faz o possível para se aproximar dele, mas Tristan esta tão consumido pelo ódio e raiva que o responde cada tentativa dela com o pior jeito, a ponto de até machucá-la. 

Eu o enxergava além da raiva em seu olhar, percebia a dor em sua expressão severa. Via seu coração arruinado, que de alguma forma se parecia com o meu. - Elizabeth

 Mas um dia ele acaba cedendo e se aproximando dela aos poucos, sempre cauteloso pois não se permitia abrir para ninguém, e claro, Elizabeth temia em tentar de alguma forma, até que eles compreenderem o que se passa com cada um e perceber que se compartilham da mesma dor e luto, e com isso eles resolvem usar um ao outro para se perder nas lembranças daqueles um dia ocupou seu coração, mas mal sabem eles que quanto mais se prende ao passado, quanto mais você segura aquele sentimento dentro de você, isso pode levar a ruína, Tristan e Elizabeth usavam o sexo para se prender a isso, a ponto de perceber que isso só deixava ainda mais doloridos por dentro. 

Tudo aconteceu de forma muito inusitada. Primeiro, nós mentimos,  nos usamos para nos agarrar ao passado. Depois, nos apaixonamos sem querer. - Elizabeth

E quando ficam claros que ambos sentem algo a mais um pelo outro eles resolvem tentar, mas ainda há algo no caminho que pode atrapalhar o relacionamento dos dois, pois há uma grande revelação que pode ser algo mais que devastador, e Elizabeth se vê entre revelar o que descobriu a Tristan e perdê-lo ou esconder e viver com a consciência pesada, mas ainda ao lado de Tristan, mas muita coisa esta envolvido, o passado de Steven, o falecido marido de Elizabeth e também um encontro no dia do acidente. 

Uma leitura tão fluída, que te prende do inicio ao fim, narrado em primeira pessoa onde hora é narrado por Tristan e hora é narrada por Elizabeth. Eu me peguei desprevenida pois não imaginava que ele pudesse me emocionar tanto assim, embora o livro trata não somente de perda, ele nos trata de amor, de amizade, de família, e eu amei ler, amei me envolver nessa trama. Cada personagem muito bem construído, a autora não deixou ninguém de lado, onde ela envolve a filha de Elizabeth, a Emma, que é um anjo e sua inocência nos alegra, e tem a melhor amiga de Elizabeth também, a Faye, que uma garota que não tem papas na lingua e fala o vier a cabeça, sem nem um pingo de vergonha, Faye é o tipo de garota de gosta de mostrar que é liberal, eu diria que ela é tipo uma garota com cabeça de homem, até porque ela só pensa em sexo e de uma forma tão sem compromisso e fala bastante bobagem (pra não falar de outra forma aqui). 

Mas, existem alguns pontos que eu claramente não gostei muito, alem de ser um romance bastante envolvente e lindo, ele tem algumas cenas de sexos, embora isso é mais no começo, por um lado eu entendi o fato de ter algumas delas, mas o que não gostei é forma como essas cenas são tão descritas e detalhadas que pra mim eu achei desnecessário, é claro que há quem gosta e não se incomoda, mas já eu não me sinto a vontade, mas também achei um pouco exagerado. Faye foi uma das personagens que me impressionou, estava claro que a autora queria mostrar uma personagem forte que é livre para fazer o que bem entender, mas seu linguajar me espantou um pouco, é por isso que comparo como se ela fosse um homem em corpo de uma mulher. 

Não poderia deixar de indicar esse romance, a mensagem que esse livro carrega é tão notável que penetrar em nossos corações, sabemos que não é facil lidar com a perda, mas existem pessoas que procuram culpar alguem, seja Deus ou o proprio ser humano, viver do passado é como se você tentasse caminhar e nunca sair do lugar, é preciso permitir se aceitar, aceitar a situação e tentar viver, assim me lembro da frase do livro da Juliana Daglio: Não precisamos esquecer o passado, apenas não podemos deixar ela nos atrapalhe de viver. Esse é o primeiro livro da Série Elementos, o segundo já foi publicado, A Chama Dentro de Nós, e o terceiro acaba de entrar em pré-venda, O Silencio das Águas, todos podem ser lidos de maneira separada, não é uma continuação, embora os alguns personagens apareça nos outros livros. 

E eu encerro aqui com essa frase: 

Uma luz tão brilhante que comecei, aos poucos, a acreditar em dias felizes. Sem carregar a dor do passado e o medo do futuro. Parei de viver no passado e decidi abrir mão do futuro. Eu nos escolhi. Eu escolhi o presente. - Tristan


Comentários via Facebook

1 comentários:

  1. Eu já ouvi falar muito deste livro e ele parece ser realmente interessante.
    Mas não é o tipo de romance que eu gosto, pelo menos é o que parece.
    Fico feliz que você tenha gostado e que tenha te emocionado, mesmo que algumas partes não, mas ainda sim foi bom, então é isto que importa.
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por