13 de set de 2017
Por Nathália Bastos

Tarsia - O Reino da Harmonia/ Sherla M. Silva

Título: Tarsia - O Reino da Harmonia
Voluma: #1
Autora: Sherla M. Silva
Gênero: Fantasia/Ficção
Editora: Arwen
Páginas: 420
Avaliação: 5/5
Sinopse: Toda a perspectiva de realidade de quatro jovens muda quando cada um deles encontra um colar misterioso. Imediatamente eles se sentem atraídos pelos colares e pela força que deles emana. O que eles não imaginavam era que cada joia detinha um poder dos quatro elementos, e que tais poderes eram ainda mais fortes quando unidos. Assim que os amigos juntam as partes dos colares são levados a um mundo fantástico onde tudo é possível: Tarsia. Logo percebem que são os escolhidos para cumprir a missão de restaurar a harmonia deste reino mágico do qual são descendentes. Os jovens embarcam em uma grande aventura, travando uma épica luta do bem contra o mal, onde os conflitos misturam-se à magia e grandes revelações num cenário de incertezas, luta pelo poder e caos. Quatro amigos, quatro colares, um mundo extraordinário regido pelos elementos da natureza e uma emocionante história.


Existem coisas que se revelada acaba com a magia.

Para muitos que não se lembram, eu fiz Primeiras Impressões dessa mega aventura lá no inicio desse ano, se quiser, pode ir lá dar um conferida (aqui), pois hoje trago uma resenha completa para vocês, partindo da primeira impressão.

Uma fantasia de tirar o fôlego, com uma narrativa que para mim foi inédita. Sherla soube criar um cenário único para essa história e também nos trás lição de vida, quem nunca sonhou em ser Rei ou Rainha? mas o que muitos não sabem é, esse título carrega um fardo muito grande, se você não tiver maturidade e paciência, pode definhar no trono e levar um Reino inteiro a destruição. Não basta ser Rei ou Rainha, é preciso ter sabedoria para liderá um Reino, se você nunca esta disposto a se sacrificar, abrir mão de algo, sinto te dizer, é melhor continuar como esta.


4 adolescentes que viviam suas vidas a sua maneira recebem um destino inesperado, cada um encontra por acaso um amuleto que representa os elementos 4 elementos: Terra, Fogo, Ar e Água. Mas que um amuleto, é fonte de poder inigualável, que juntos levam a um outro lugar, um lugar onde o impossível é possível, onde o inimaginável se torna real, e esse lugar se chama Tarsia.

Tudo é real, desde que você acredite com o coração e a alma.

Tarsia é composto por 4 Reinos, Jaya, Ignis, Aqua e Are, e Tarsia em si é governado pela Ser Supremo, uma ser divina que toma a forma ora de um tigre ora de uma humana. Segundo uma profecia, onde 4 jovens descendentes dos antigos reis viriam de outro mundo para governar seus respectivos Reinos.

Raja, Liam, Aisha e Rysa vão parar em Tarsia, e assim a aventura começa, mas engana-se se foi só felicidades para esse jovens, pois o que eles não esperavam era que precisava vencer desafios e provações para chegar aos seus destinos, ou seja, ao castelo real de cada um dos reinos. Vencidos e conquistado, profecia sendo cumprida, mas não acaba por aí, segundo a Ser Supremo, o Equilíbrio ainda não havia restaurado por completo em Tarsia e cada um tinha uma missão de restaurá-lo. Mas aqui fica aquela pergunta, como restaurá o Equilíbrio que nem mesmo esses jovens faziam ideia de como ou por onde começar e nem conheciam os seus próprios Reinos?

O mal se espalha rápido. Se não descobrirem logo quais são suas fontes e como recuperar o equilíbrio, pode ser tarde demais, ele poderá se alastrar ainda mais e fugir do controle de suas mão para sempre.

Esses jovens serão testados, suas fraquezas serão expostas, se você não for forte suficiente e não tiver maturidade pode cair facilmente nas artimanhas do mal e é o que acontece com eles. Mas, para falar melhor sobre cada um deles e suas fraquezas, vou falar separadamente de cada um deles ok.

Raja, Rei de Aya - um jovem de descendência indiana que ama botânica e tem respeito por seus costume, mas por não viver em seu país de origem ele acaba tendo opiniões diferente. Raja eu diria é o garoto mais sensato dos 4, ele é muito "pé no chão", bom amigo e bom conselheiro também, seus colegas diriam que seus defeito é ser mandão ou se achar superior, mas quando você o conhece, sabe que na verdade não é nada disso, lembra que eu disse ele é sensato né, pois é, Raja é maduro e tem uma bondade enorme no coração, mas se desfalece ao sofrimento alheio, quer tomar as dores dos outros para ele, quando ele ver seus amigos tomando rumos diferentes, isso faz com ele se entristece muito, mas a melhor qualidade dele é: ele persistente.

Liam, Rei de Ignis - pense em um garoto trambiqueiro, com mentalidade limitada (para não dizer outra coisa né), onde para ele tudo é na brincadeira. Seu humor é dos melhores, adora dar piada em todo o momento, mas por outro lado não é nem pouco valente. Liam e diria que é alguem não confia na sua força, que precisa estar sempre no meio de tudo para se mostrar aquilo que não é, ele quer tudo de graça mas não suporta um fardo, é capaz de fazer coisas sem pensar que pode levar a perder até sua vida por conta disso.

Aisha, Rainha de Are - uma bela garota, com beleza de causar inveja e um conhecimento vastos, apaixonada por livros, sempre esteve sonhando com o dia que seria princesa e rainha, mas não só de beleza se vive um reino, Aisha tem um ego tão grande que acaba cegando para o possível, é aquela que sempre mostra que é a melhor de todas, mas tem um coração fechado para o amor e acaba machucando alguem por isso.

Rysa, Rainha de Aqua - Rysa é uma garota sensível ao extremo, descendente asiática, Rysa é inteligente mas é vencida pela timidez de pela falta de confiança em si mesmo. Para ela, sempre será uma nerd sem graça que não possui valor algum, mas se deixa confiar facil demais em quem não se deve.

 Um mal vai se espalhando, atingindo a cada um desses jovens, uma amizade vai ficando abalada, um mentira vai se instalando e uma guerra vai começando, tudo isso porque esses jovens de deixaram levar por suas fraquezas, mas enquanto houver um que permanecerá firme, haverá esperança para trazer esses jovens de volta e acordarem antes que seja tarde demais.

A verdade e mentira pendiam numa balança e parecia estar equilibrada.

Essa é a verdadeira aventura, que nos coloca a prova todas até o nosso limite, testando até onde conseguiriamos chegar sem nos deixar levar pela nossa fraqueza, se deixar que o mal vença. Não se pode vencer o mal com mal, é preciso haver bondade e sensatez em nossos corações, só assim enxergaremos de fato que o mal esta ao nosso redor, e melhor, "um é igual a quatro, e quatro é igual a um, um sem quatro não um, e quatro sem um não é quatro".

Sherla nos entrega charadas, enigmas e peças soltas ao qual você vai descobrindo no decorrer da leitura. Essa não é uma leitura qualquer, não é uma aventura que você se joga de cabeça e vai até onde der, muito pelo contrario, aqui tem um proposto, tem um missão e ainda tem lição que você vai aprendendo.

Uma narrativa diferente do que já li, é em terceira pessoa, mas é aquela narrativa que, como diria minha amiga Andressa Petrova: quebra a quarta parede., ou seja, é aquela narrativa em que quem esta contando ora parece ser onipresente ora parece ser presente, ele cria um diálogo direto com o leitor e isso nos faz adentrar melhor dentro do livro. Fora essa capa linda, a diagramação é simples, mas de um jeito orgânico, a leitura é rápida, só demorei um pouco por conta de outros compromissos. A única coisa que me incomodou foi a revisão, pois infelizmente tinha alguns erros de ortografias, palavras faltando e até repetindo um ao lado do outro, falta de vírgula, então faltou melhor uma revisão, mas fora isso, super indico a leitura., principalmente para você que gosta do improvável 😍

Comentários via Facebook

1 comentários:

  1. Fico muito feliz que tenha gostado de Tarsia, será sempre bem-vinda nas Terras de Harmonia. Obrigada pela resenha.

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por