1 de dez de 2018
Por Elisabete Finco

A Marquesa / Nahra Mestre

Título: A Marquesa (Série Damas Perfeitas # 1)
Autora: Nahra Mestre
Gênero: Romance / Romance de Epoca
Editora: Portal
Páginas: 255
Avaliação: 5/5
Sinopse: Nos palcos da aristocracia inglesa do século XIX, Sarah Granville Anson descobre, ainda muito jovem, que foi prometida para o primo Thomas Hervey, futuro marquês de Bristol.
Enquanto ela se prepara para ser a esposa perfeita, Thomas torna-se cada vez mais contrário a qualquer tipo de sentimento.
Uma dama apaixonada, que faz de tudo para conquistar o amor do futuro marido, ainda que com artifícios inapropriados para a sociedade conservadora em que vive. Um cavalheiro marcado pelo passado, avesso ao amor, mas que se vê envolvido pelos encantos de Sarah a cada dia.
Quando Thomas se der conta de que ela é o amor de sua vida, pode ser tarde demais.
Um romance de época, que retrata uma mulher à frente de seu tempo e que levará o leitor (a) a uma deliciosa viagem pela Era Vitoriana.

Você irá se apaixonar.






Olá, estou de volta trazendo uma mega indicação de leitura e romance de época. Esse livro é maravilhoso em vários sentidos e capaz de agradar leitores de vários gêneros literários e não apenas os românticos.Um romance de época, que retrata uma mulher à frente de seu tempo e que levará quem lê a uma deliciosa viagem pela Era Vitoriana nos salões da aristocracia inglesa do século XIX.

Sarah Granville Anson descobre, ainda muito jovem, que foi prometida para o primo Thomas Hervey, futuro marquês de Bristol. Enquanto ela se prepara para ser a esposa perfeita, e sim eu amei esse fato sobre Sarah porque não é crime, em especial naquela época, uma mulher ansiar em ser esposa. Porém, apesar desse fato e de ser uma dama apaixonada, que faz de tudo para conquistar o amor do futuro marido, ela ainda é fora dos padrões o suficiente para usar artifícios inapropriados para a sociedade conservadora em que vive. 

Afinal, nossa "mocinha" Sarah é versada em números e política, e ansiava poder fazer parte do parlamento, como isso não é possível ela transforma seus sonhos em um. Ser a perfeita esposa de um Marques com cadeira no parlamento. E assim, vamos vendo a menina prometida, se tornar uma mulher com foco; capaz de usar todas as armas a seu dispor para alcançar seu objetivo.

Sarah aos poucos florescia, mostrando-se uma menina forte e inteligente. Ela era seu tesouro; se tivesse nascido homem, faria história como primeiro-ministro do Reino Unido.

Porém, o que seria da vida sem ele o "se"? Thomas torna-se cada vez mais contrário a qualquer tipo de sentimento. Ele é um cavalheiro marcado pelo passado, avesso ao amor, mas que se vê envolvido pelos encantos de Sarah a cada dia. Afinal o que pode um homem fazer a não ser se render aos encantos de alguém com tantas qualidades e tão disposta a agrada-lo?

- Algumas coisas são incontroláveis. Quando perceber que só tem a ela e ela a você, o afeto florescerá e o amor estará lá, mesmo que você negue.

Nesse ínterim, vamos conhecendo o irmão de Thomas, a jovem francesa que passa a trabalhar como dama de companhia de Sarah e outros personagens que mesmo secundários na história, trazem vida e cor a trama de uma forma surpreendente e super bem escrita.

A medida que Thomas vai se dando conta de que ela é o amor de sua vida, pode ser tarde demais. Porque uma das belas lições desse texto é que uma mulher igualmente decidida a ser feliz como parte de um casamento, pode se decidir a ser feliz sozinha, que somos feitos de medos e arrependimentos, mas os arrependimentos podem e geralmente vem quando se já é tarde mais.



Com uma leve veia cômica com ares de uma ironia bem dosada e britânica, a escrita da Nahra Mestre prende, cativa e emociona e sem que eu me desse conta, me sentia uma das Damas perfeitas, afinal as personagens são tão reais, que se eu não soubesse do período da história, poderia facilmente dizer que Sarah é uma conhecida minha.

Eu li em versão digital a primeira vez, e fiz uma releitura no livro físico. Ambas foram ótimas com um belo trabalho da editora Portal, tanto na diagramação do e-book quanto na revisão, a capa também está belíssima. Na versão física as páginas amarelas e diagramação elegante e bastante "limpa" deram um charme a mais a leitura e a experiência mais uma vez foi perfeita.

Comentários via Facebook

1 comentários:

  1. Que post lindo 😍 Uma resenha maravilhosa que me deixou com vontade de ler o livro novamente. Parabéns! Bjs

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por