19 de mar de 2016
Por Nathália Bastos

Top 5 Filmes/ Inspirados nos Clássicos de Jane Austen

Ei gente, eu sou a Gabi e hoje eu vim indicar para vocês 5 filmes inspirados nos clássicos da autora Jane Austen! Ah, vale lembrar que alguns dos filmes aqui indicados tiveram mais de uma versão, mas eu vou indicar as que mais gostei! :D Espero que gostem.


Razão e Sensibilidade

Sinopse: Em virtude da morte do marido, uma viúva e as três filhas passam a enfrentar dificuldades financeiras, pois praticamente toda a herança foi para um filho do primeiro casamento, que ignora a promessa feita no leito de morte de seu pai que ampararia as meias-irmãs. Neste contexto, enquanto uma irmã prática (Emma Thompson), usando a razão como principal forma de conduzir as situações, a outra (Kate Winslet) se mostra emotiva, sem se reprimir nunca com uma sensibilidade flor da pele.

Este filme foi lançado em 1º de março de 1996 e dirigido por Ang Lee. Com certeza é um dos meus preferidos e é cheio de atores queridinhos, como: Hugh Grant crush, Emma Thompson Professora Trelawney, Kate Winslet e Alan Rickman Professor Snape.

Essa história é super levinha e com algumas cenas de humor até. O personagem do Hugh Grant é aquele tipo de fofo atrapalhado. Um ponto que eu acho interessante nas histórias de Jane Austen é perceber como pano de fundo muito da sociedade da época. Em cada história é possível se notar algum aspecto. Nesse filme, por exemplo, é possível perceber como o fato de a herança ser apenas do parente de sexo masculino mais próximo afetava radicalmente a vida das mulheres da época e as deixava em situações totalmente vulneráveis. Além disso temos a oportunidade de ver o nosso querido Alan Rickman em um papel totalmente diferente do que estamos acostumados. Como é possível ver na foto acima, a produção recebeu 7 indicações ao Oscar, na época, inclusive a de melhor filme, e ganhou na categoria de melhor roteiro.


Emma

Sinopse: A jovem e agradável Emma Woodhouse (Gwyneth Paltrow) adora cuidar dos problemas de outras pessoas. Ela se dedica incessantemente a unir homens e mulheres que na teoria tem tudo para dar errado. Apesar de lidar corriqueiramente com o romance, Emma é confusa em relação aos seus sentimentos, sobretudo os que envolvem o Sr. Knightley (Jeremy Northam).

Um filme lançado em 18 de outubro de 1996, dirigido por Douglas McGrath.

Outra produção com leve tom de humor, já que a personagem principal é metida a cupido e sempre tenta formar casais ao seu redor, só que ela não é muito boa nisso. Na verdade, ela não consegue nem se ajudar hahaha Emma, diferentemente da maioria das personagens de Jane Austen, tem 20 anos e é uma mulher rica que vive com seu pai na fictícia Hartfield, onde tenta dar uma de casamenteira. Ela é daquele tipo de personagem que sofre uma evolução ao longo da história e no sei início ela aparentar ser bem fútil e mimada. A atriz que a interpreta é a Gwyneth Paltrow, diva absolutaa. A produção também ganhou um Oscar de Melhor Trilha Sonora.


Mansfield Park/Palácio das Ilusões

Sinopse: Aos 12 anos de idade a jovem Fanny passa a morar de favor em Mansfield Park, a casa do esposo de sua tia, Sir Thomas Bertram (Harold Pinter). Inteligente e estudiosa, ela logo se torna amiga de seu primo Edmund, o filho mais novo de seus tios, apesar de ser sempre destratada por seu tio e pelas suas primas fúteis. Com o passar do tempo Fanny se torna uma bela mulher, que acaba chamando a atenção de Henry Crawford (Alessandro Nivola), jovem que se tornou recentemente seu vizinho juntamente com sua irmã, Mary (Embeth Davidz). Notando o interesse de Henry por Fanny, os tios dela logo promovem um encontro entre os dois para logo depois se sentirem revoltados com o desprezo que a jovem demonstra pelo seu novo vizinho.

Esse filme foi lançado em 27 de agosto de 1999 e foi dirigido por Patrícia Rozena.

Ao contrário dos demais filmes, eu deixei o nome original do filme, porque mesmo no Brasil acredito que ele é mais conhecido assim do que por “Palácio das Ilusões”. Esta produção não foi das mais fiéis à história original, escrita pela autora, pois incorporou questões como escravidão e plantações, bem como aspectos da própria vida da Jane Austen. Diferentemente das primeiras personagens aqui apresentadas, Fanny é meio irritante, dissimulada, é uma “heroína” mais humana, com virtudes e defeitos. Também é uma personagem que vai crescendo ao longo da história e te provocando diferentes sensações.


Orgulho e Preconceito

Sinopse: Inglaterra, 1797. As cinco irmãs Bennet - Elizabeth (Keira Knightley), Jane (Rosamund Pike), Lydia (Jena Malone), Mary (Talulah Riley) e Kitty (Carey Mulligan) - foram criadas por uma mãe (Brenda Blethyn) que tinha fixação em lhes encontrar maridos que garantissem seu futuro. Porém Elizabeth deseja ter uma vida mais ampla do que apenas se dedicar ao marido, sendo apoiada pelo pai (Donald Sutherland). Quando o sr. Bingley (Simon Woods), um solteiro rico, passa a morar em uma mansão vizinha, as irmãs logo ficam agitadas. Jane logo parece que conquistará o coração do novo vizinho, enquanto que Elizabeth conhece o bonito e esnobe sr. Darcy (Matthew Macfadyen). Os encontros entre Elizabeth e Darcy passam a ser cada vez mais constantes, apesar deles sempre discutirem.

Lançado em 10 de fevereiro de 2006 e dirigido por Joe Wright.

Esse filme pra mim é a melhor produção inspirada nas obras de Jane Austen, um dos meus filmes preferidos da vida e a melhor história dela! Nessa história também fica claro como a questão da herança era um problemas pras mulheres da época, deixando-as dependentes de membros da famílias, as vezes um parente distante, e de bons casamentos. A personagem principal Elizabeth Bennet é apaixonante e o Mr. Darcy é meu crush eterno! O filme também possui vários atores conhecidos como a atriz Keira Knightley de Piratas do Caribe, Rosamund Pike, a Amy de Garota Exemplar, Jena Malone, a Johanna Mason de Jogos Vorazes, a atriz Carey Mulligan de As Sufragistas e O Grande Gatsby e o ator Donald Sutherland, o presidente Snow, também de Jogos Vorazes. A trilha sonora é liiinda e a fotografia do filme e as locações são apaixontes.


Persuasão

Sinopse: Há alguns anos atrás, a jovem Annie Elliott (Sally Hawkins) se apaixonou pelo oficial Frederick Wentworth (Rupert Penry-Jones). Mas, devido a condição financeira dele e as restrições da família da moça, Annie é persuadida a romper o relacionamento. Oito anos depois, Wentworth retorna a cidade com uma reputação e situação econômica bem mais elevada. Mesmo após todo esse tempo, Annie nunca deixou de amá-lo, mas terá de lidar com o fascínio das moças solteiras por Frederick.


Lançado em 1 de abril de 2007 e dirigido por Adrian Shergold.

Confesso que a personagem principal não é das minhas preferidas. Diversamente das outras obras, Annie Elliott é uma personagem mais velha, mas eu acho ela assim meio sem sal, meio mosquinha morta. A verdade é que eu entendo porque ela passa essa impressão, por toda a construção de sua personagem, acho apenas que nossos gênios não bateram, sou mais Elizabeth Bennet haha. Já o personagem principal masculino é outro crush, tão apaixonante quanto Mr. Darcy. Essa é o tipo de história que você fica agoniada torcendo pro casal ficar junto no final. Enquanto as outras produções puxaram mais para o lado comédia-romântica, esse é um romance dramático, sem a vibe levinha que citei dos outros filmes, mais estilo sofrência. Preparem os lencinhos!


Bem é isso gente, pra quem é fã de filme da época com certeza vai amar as histórias. Fora que o sotaque inglês é uma delícia de ouvir. Espero que tenha gostado das indicações!!!! Beijos e até mais.


Post feito pela Gabi Araújo.


Post válido para o Top Comentarista de Março 

Comentários via Facebook

8 comentários:

  1. Amei essa lista de filmes e já coloquei alguns na minha lista pra eu ver quando der, marquei vocs em uma tag lá no blog, espero que gostem.
    -beijos, Carol!
    https://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/2016/03/tag-esse-ou-esse.html

    ResponderExcluir
  2. Conheço todos. já assisti o filme Orgulho e Preconceito e Persuasão, não assisti o filme Emma mas assisti a série da BBC de 4 capítulos.
    Tenho interesse em ver Mansfield Park, tu sabe onde encontro para assistir?

    ResponderExcluir
  3. Olá...
    Adorei essa lista de filmes baseada nos clássicos de Jane Austen... Destes só assisti Orgulho e Preconceito (muito bom por sinal), mas com certeza vou anotar os outros títulos para assistir em breve...
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Bem bacana essa lista de filmes clássicos. Adorarei assistir à todos.

    ResponderExcluir
  5. Que legal, nem acredito que ainda não assisti nenhum deles. Quero muito ver, afinal as histórias são maravilhosas :D

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Amo, amo Jane Austen e já vi quase todos os filmes da lista. Mas o meu preferido sem dúvida é Orgulho e Preconceito, ele ficou perfeito demais!!
    Vou procurar ver Mansfield Park, é o único que ainda não vi.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Acredita que eu já li os livros da Jane Austen, mas nunca assistir a nenhuma adaptação? E o incrível é que só reparei nisso agora! Já anotei as sugestões e pretendo tirar esse atraso logo. Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Ainda não assisti a nenhum dos filme e nem li nada da Jane Austen, mas Orgulho e Preconceito está na minha lista de leitura assim como o filme e gostei de Emma que ainda não conhecia mas a historia pareceu interessante !!

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por