8 de jul de 2016
Por Nathália Bastos

Férias - As Irmãs Walsh #2/ Marian Keyes


Título: Férias – As Irmãs Walsh #2
Autora: Marian Keyes
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2009
Páginas: 560
Sinopse: Rachel Walsh tem 27 anos e a grande mágoa de calçar 40. Ela namora Luke Costello, um homem que usa calças de couro justas. E é amiga - pode-se mesmo dizer muy amiga - de drogas. Até que a sua vida vai para o Claustro - a versão irlandesa da Clínica Betty Ford. Ela fica uma fera. Afinal, não é magra o bastante para ser uma toxicômana, certo? Mas, olhando para o lado positivo das coisas, esses centros de reabilitação são cheios de banheiras de hidromassagem, academia e artistas semifissurados (ao menos ela assim ouviu dizer). De mais a mais, bem que já está mesmo na hora de tirar umas feriazinhas.
Rachel encontra mais homens de meia-idade usando suéteres marrons e sessões de terapia em grupo do que poderia supor a sua vã filosofia. E o pior é que parecem esperar que ela entre no esquema! Mas quem quer abrir as janelas da alma, quando a vista está longe de ser espetacular? Cheia de dor-de-cotovelo (o nome do cotovelo é Luke), ela busca salvação em Chris, um Homem com um Passado. Um homem que pode dar mais trabalho do que vale... Rachel é levada da dependência química para o terreno desconhecido da maturidade, passando por uma ou duas histórias de amor, neste romance que é, a um tempo, comovente, forte e muito, muito engraçado.


Vale a leitura!



Nossa, fiquei acordada até a madrugada pra terminar. Li num tapa só. E toda antipatia que senti por Melancia não aconteceu aqui. Pelo contrário, torci pelo personagem. Suei com o possível final. Depois de Melancia, me surpreendi!

Um livro com uma carga emocional que tinha tudo pra ser sombria e pesadíssima. Você se ver sorrindo e até mesmo tomando partido pela personagem.
                                                
Até a realidade nua e crua vir a tona. Mas mesmo nesse momento eu me vi durante a leitura ainda mais interessada. ainda mais arrebatada por toda aquela situação mesmo longe da minha realidade.

Mais que na história anterior a interferência da família ou (interdição como gostam de tratar os Americanos) é algo apreciado nessa história e revela o que todos nós esperamos de uma família unida e onde o amor e respeito são levados de forma séria e carinhosa.

Tudo que se passa com essa personagem abala profunda e emocionalmente a sua família mudando os rumos dos destinos de todos, porque os leva a repensarem seu conceitos, valores e medos.

A superação de toda essa tragédia pessoal é algo que te prende no texto e o desfecho te faz suspirar de prazer (oba).

O final bem depois de todas a história lida você começa a torcer pra ser cliche e exatamente o que você gostaria. Mas deixo pra você que está lendo essa resenha torcer por seu próprio clichê e como eu perceba que foi ainda melhor. 

A leitura de Los Angeles vai ser natural porque você vai querer sabe mais sobre essa personagem no próximo livro. Bjs


Post feito pela Elisabete Finco.




Post válido para o Top Comentarista de Julho. 

Comentários via Facebook

8 comentários:

  1. Oi, Elisabete!
    Mesmo que eu ainda não tenha lido nenhum dos livros de Marian Keyes que até hoje foram lançados, sei perfeitamente que suas histórias são recheadas de um sentimento de superação e de um humor característico da autora, que ainda que os livros sejam divertidos, são também permeados por uma leve atmosfera de melancolia por conta das temáticas abordadas em cada trama.
    Férias, parece ser tão boa quanto as outras narrativas, principalmente por abordar um assunto tão sério como o uso de drogas, e que nos faz torcer por aquele típico final, deixando o leitor satisfeito.
    Tenho grande vontade de ler algumas das histórias de Marian, mas suas obras são tão caras aqui, que sempre acabo adiando a leitura, porém, quando surgir uma oportunidade de adquiri-los, não pensarei duas vezes.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi Elisabete, ainda não li nenhum livro da Marian Keyes, e apesar dos seus livros serem bem recomendados, eu sinceramente não sinto vontade de lê-los :/
    Mas Férias parece uma leitura bem agradável, com o humor típico da autora e ainda tratando de um assunto sério que é o uso das drogas. Fico feliz que, ao contrário de Melancia, você gostou do livro, e espero que goste ainda mais da continuação. Beijo *-*

    ResponderExcluir
  3. Oi, Elisabete.
    E só li Sushi da autora e não gostei. Não gostei da história, dos personagens nem da escrita. Depois desse livro, não li mais nada da autora. Não tive coragem.
    Fico feliz que você tenha gostado e se surpreendido com Férias. O tema abordado é de extrema importância e um tema bastante atual. Fazer a intervenção de alguém de quem ama com problemas de com drogas deve ser algo muito difícil.

    ResponderExcluir
  4. Olá Elisabete!
    Ainda não li nenhum livro da autora, mas tenho acompanhando resenhas, e tenho me surpreendido com cada uma das histórias, que me convenceram á conferir o mais rápido possível!
    Nto boa sua resenha!
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Elisabete!
    Gostei do tema abordado no livro. É um assunto sério, mas parece que ao decorrer da história se engraçado, fazendo algo que era ruim se tornar "bom".
    Sempre há pessoas que reclamam do clichê, mas confesso que prefiro o clichê mesmo. Quando é algo surpreendente do que achávamos claro que da uma emoção na história, mas toda história merece um final feliz (pena que o John Green não sabe disso hahaha).
    Um ponto que gostei foi essa união da família. Normalmente em algumas histórias que costumo ler, a família é tratada como algo superficial e gostei que nesse livro é dado o devido valor aos personagens.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Fui lendo a sinopse e não fazia ideia que essa autora escreveria sobre um assunto desses, mas aí você disse que é muito engraçado e me situei novamente hahaha. Parece interessante. Um assunto importante sendo tratado de forma leve. Nunca li nada da autora mas esse me interessou.

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  7. Eu já tinha visto muitos comentários que Melancia foi um bom livro mas que sua continuação deixou a desejar, bem eu não seio que pensar quando vejo a sua resenha você falando super nem do livro kkk Acho que irei dar mais olhada em outras resenhas para ver se irei me dedicar a essa leitura. Mas fico feliz que tenha curtido a leitura.

    ResponderExcluir
  8. Li esse livro e adorei!!!!
    Apesar da personagem viver um drama,a autora conseguiu arrancar em vários momentos da história, muitas risadas minha.
    Já até reli.

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por