3 de jun de 2018
Por Ana Gabriela Medeiros

Julieta / Anne Fortier

Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Eu espero que sim!

Não é segredo pra ninguém que Romeu e Julieta é uma das histórias mais conhecidas do mundo, seja na versão mais famosa escrita por Shakespeare, ou em outras versões que acompanharam nosso mundo através das décadas.

De uma forma distinta daquela que conhecemos na clássica peça teatral, Anne Fortier nos apresenta em sua narrativa um toque mistério, surpresas e romance, tudo na medida certa para que Julieta fosse uma grande história.

                                                         

Título: Julieta
Autora: Anne Fortier
Gênero: Romance
Editora: Arqueiro 
Avaliação:
Sinopse: Julie Jacobs e sua irmã gêmea, Janice, nasceram em Siena, mas, desde que seus pais morreram, foram criadas nos Estados Unidos por sua tia-avó Rose.
Quando Rose morre, deixa a casa para Janice. Para Julie restam apenas uma carta e uma revelação surpreendente: seu verdadeiro nome é Giulietta Tolomei.
A carta diz que sua mãe havia descoberto um tesouro familiar muito antigo e misterioso. Intrigada, Julie parte para Siena.
Mas tudo o que a mãe deixou foram papéis velhos – um caderno com diversos esboços de uma única escultura, uma antiga edição de Romeu e Julieta e o velho diário de um famoso pintor italiano, Maestro Ambrogio.
O diário conta uma história trágica: há mais de 600 anos, dois jovens amantes, Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti, morreram vítimas do ódio irreconciliável entre os Tolomei e os Salimbeni. Desde então, uma terrível maldição persegue as duas famílias.
E, levando-se em conta sua linhagem e seu nome de batismo, Julie provavelmente é a próxima vítima. Tentando quebrar a maldição, ela começa a explorar a cidade. À medida que se aproxima da verdade, sua vida corre cada vez mais perigo.

                                                   


O livro é dividido em duas narrativas, em uma nos é apresentado

Julie, a nossa Julieta dos tempos modernos, apaixonada por Shakespeare e com um passado extremamente curioso a garota segue rumo a Verona descobrir mais sobre sua família e a maldição que a assola. Na segunda narrativa conhecemos a história nunca contada de Giulietta e Romeo, e já lhes deixo avisado que ela é bem diferente da que Shakespeare nos contou.

Quando comecei a ler as primeiras páginas do livro, admito que minha empolgação para continuar a lê-la não era muita, achei a narrativa entediante e isso me desmotivou muito. Depois de uma certa insistência comigo mesma para continuar a leitura, e a medida que as história começa a entrar em um ritmo mais agitado a narrativa vai se desenvolvendo com mais profundidade, foi impossível desgrudar os olhos do livro, me fazendo agradecer aos céus por não ter abandonado a leitura.

A escrita da autora é incrível, bem estruturada, cada detalhe é construído delicadamente e em um conjunto maior parece fazer todo sentido. Anne Fortier consegue nos confundir em relação aos personagens, em que devemos confiar ou não, tornando impossível tentar imaginar o desfecho final da história. Mesmo sendo o livro de estréia da autora, ela nos entrega uma narrativa incrível, perfeita pra quem, assim como eu, ama um romance com aquele toque de suspense e mistério,



Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por