3 de out de 2018
Por Nathália Bastos

Eternamente Cecília/ Elysanna Louzada

Título: Eternamente Cecília
Autora: Elysanna Louzada
Gênero: Romance
Editora: Independente
Páginas: 288
Avaliação: 4/5
Sinopse: 1890, Itália. Cecilia Agrizzi embarca com a família em um vapor para o Brasil em busca de trabalho e das terras prometidas pelo governo do Espírito Santo. Cecilia vai trabalhar em uma fazenda de café, mas quando seu pai adoece, ela se transfere para a cozinha da casa de Estela Dias, uma arrogante aristocrata que não perde a chance de humilhar seus empregados. Seus problemas só pioram depois que o herdeiro, Francisco, um conquistador nato, interessa-se por ela. Em meio à uma tórrida paixão, Cecilia precisará se livrar do obsessivo Otávio e enfrentar o ódio de Estela que usará de violência para se vingar da italiana que roubou o coração de seu filho e arruinou as chances de vê-lo casado com uma herdeira rica.
Eternamente Cecilia é a história de um amor proibido que desafia as convenções sociais do século XIX.
*Elysanna Louzada é autora parceira do blog.

Antes de começar, só quero dizer que esse livro é mais do que um romance de época, ele é uma baita aula de História do Brasil, Elysanna foi original e criativa fazendo dele basicamente um estudo com tantos elementos históricos e fatos que ocorreu no fim do século XIX, com o fim da escravidão, a crise do café e a chegada da colonia italiana. Eu não poderia ter deixado de admirar esse ponto, pois para mim ele se tornou um livro que todos devem ler, principalmente em escolas, afinal, nada melhor do que agregar um hábito de leitura e estudar ao mesmo tempo.

É uma surpreendente historia que envolve a luta pelos direitos, pela igualdade e principalmente, pelo valor a vida. pois Cecília é uma personagem forte que não se deixa abater por sua diferença, ela é esforçada, sabe que precisa ir a luta para conseguir o que deseja, mas também é sensata, sabendo que precisa muitas vezes abaixar a cabeça e obedecer.
Seria desgastante falar de igualdade e respeito pelo ser humano para uma narcisista escravocrata.
Essa história é cheia de reviravoltas, começando com a chegada de Cecília e sua família ao Brasil, em busca de uma vida melhor, com isso eles vão trabalhar em uma fazenda de café, enquanto seu pai e irmãos trabalham no cafezal, Cecília conseguiu a oportunidade de trabalhar na cozinha da casa grande, onde poderia ter ganhos melhores, mas, existia regras: nunca se aproximar de Francisco Dias, o herdeiro sedutor. Será que ela vai seguir essa regra a risca?


Francisco Dias, herdeiro da fazenda de café mas que não quis tomar essa responsabilidade, mas após a morte de seu pai e com a leitura do testamento, se vê obrigado a voltar a fazenda e aguentar sua preciosa e querida mãe (sqn), Estela Dias, que não passa de uma gananciosa e aproveitadora, que fará de tudo para que seu filho se case com alguma herdeira rica a fim de salvar a fazenda de café, mas tudo isso sem que o filho perceba, enquanto isso, Francisco deseja mais que tudo ficar o mais longe possível de sua mãe e da fazenda, desejo que não se pode ser atendido de imediato, já que se viu na obrigação de administrar a fazenda até a próxima colheita e aí que ele descobre que nada vai bem e que por mais que os italianos trabalhem bem, ainda existem muitas irregularidades, no estilo: prometeu mas não cumpriu, o que será de grande trabalho para ele.

Isso o levava a concluir que, se quisesse se livrar de um casamento arranjado, precisaria acompanhar a colheita e a venda das sacas de café. O que significaria ficar na fazenda por, pelo menos, mais três meses.

Mas o romance acontece, de forma despretensiosa, mas com um pouquinho de clichê. Cecília não é nem um pouco desprovida de beleza, muito pelo contrário, o que desperta em Francisco um sentimento arrebatador, e também proibido, mas nem por uma regra que sua mãe criou será páreo para tentar conquistar a italiana, o que também não será fácil resistir aos encantos de Francisco. E aí começa uma batalha, por mais que Francisco dizia que não tinha pretensão alguma de se casar ou se envolver emocionalmente, ele se vê em um emaranhado de teia com esse sentimento, e Cecília não é nenhuma garota que cai fácil na lábia de um sedutor.

Deixar-se seduzir por Francisco era a única coisa não poderia acontecer naquele momento.

Enquanto isso, dona Estela não deixará barato, pois essa é capaz das maiores atrocidades para não ver seu filho misturando seu "sangue nobre" com uma mera empregada, essa fará da vida de Cecília um inferno, agora é saber como eles se sairão, Cecília se entregará ao amor, independente da regra e também de suas convicções? O que sua família achará disso? Para todas as escolhas existem consequências, mas nem sempre elas são boas, e isso pode ser superado com tamanha garra e demonstração de um verdadeiro amor.

Lembra que eu disse que essa história é cheia de reviravoltas? Elysanna conseguiu criar um clima em que o leitor fica roendo as unha de tão tenso, e também não desperdiçou o cenário, se passando no interior do estado de Espírito Santo, onde você é levado a morar e conhecer seu costumes e até mesmo a sua forma de falar, o clima e os festivos, os leitores são literalmente transportado para outro estado, não somente para outra época. São tanto detalhes ricos em que é capaz de até sentir o cheiro do lugar. Uma escrita encantadora, escrito em terceira pessoa, nos dando uma visão geral de cada personagem, algumas falas em italianos, mas de fácil compreensão, confesso não percebi erros ortográficos, a prova que ele passou minuciosamente por um boa revisão. E essa capa incrível, por dentro ainda mais, em sua forma física as páginas são brancas com letras de um tamanho agradável de se ler, os capítulos em fonte itálico (claro né kk), o que possui também na sua forma digital, tudo para se entrar no clima.

Nele também tem a fé católica, de forma bem leve, mas eu particularmente gostaria que ele tivesse tido mais aprofundado na história, e tem um ponto que não me agradou tanto, foi o fato de que para mim, o romance não foi de uma maneira que eu esperava, e foi nesse ponto que achei um pouco clichê onde a mocinha cai na lábia de um sedutor libertino, mas ele quer provar que por ela é amor verdadeiro que nunca sentiu antes. Claro que no decorrer do livro vamos entendendo o que levou Francisco ser o que é, e como o amor pode transformar e até mesmo amadurecer, mas achei um tanto "demais" o fato de Cecília não se preocupar com as consequências de seus atos impetuosos que esse amor de forma tão arrebatadora poderia lhe causar. Falo dessa maneira pois eu sempre me coloco no lugar dos personagens, tento compreender o que se passa e o que eu faria no lugar deles, então levo isso em consideração. Mas não é por causa um pequeno ponto que devo desmerecer o livro, afinal ele vale muito a leitura, não somente para os ricos detalhes da História do Brasil, mas por ser realmente um romance arrebatador.

Um desejo não poderia ser maior do que o seu senso de responsabilidade para com sua família.

Para comprar a versão física basta entrar em contato diretamente com a autora pelo email: elysannalouzada@gmail.com.

Para a versão digital você pode comprar direto no Amazon

Comentários via Facebook

1 comentários:

  1. Ois, Nath!

    Menina, estou doida por esse livro, acredita? Cheguei a sugerir como presente de amigo secreto, hahaha. Não só por que adoraria ter meu nome na capa de um livro, rs, mas, por que como você disse, retrata uma baita crítica social a uma época onde alguns insistem em achar que era tudo perfeito... Adorei a resenha, parabéns!

    Beijoooo 😻🤩💙

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por