21 de jun de 2019
Por Nathália Bastos

Reino de Aequalis/ Tânia Gonzales

Título: Reino de Aequalis
Autora: Tânia Gonzales
Gênero: Fantasia/Romance/Cristã
Editora: UpBooks
Páginas: 300
Avaliação: 5/5💖
Sinopse: Será que você consegue imaginar um lugar cheio de árvores, flores, lagos, bosques... Florestas incríveis, que encantam os olhos dos mortais e palácios magníficos localizados nos quatro cantos do reino, para que a amada família real possa participar da vida de seu povo e zelar pelo bem estar de todos?
Será que você consegue imaginar um lugar onde as pessoas são felizes porque vivem em um reino de justiça, paz e perfeita harmonia?
Você consegue imaginar um lugar onde todos têm casas para morar, alimento em abundância e amam o seu trabalho? Greves? Não! Manifestações contra o rei? De jeito nenhum!
Um lugar assim parece uma utopia, não é? Mas este lugar existe... Este lugar é o “Reino de Aequalis”! Você não encontrará Aequalis em mapas e não saberá quando tudo aconteceu... Ah, você gosta de datas, não é? Perdoe-me, mas não as terá, mas a partir de agora você conhecerá os habitantes deste reino, especialmente a família real e os “diferentes"...
E então poderá dizer se o “Reino de Aequalis” é realmente um reino de justiça, paz e harmonia.

Quem diria que eu encontraria uma fantasia tão magnifica e ao mesmo tempo tão cheia de lição, preciso aplaudir a autora, por essa fantasia tão original que soube mesclar um pouco da realidade. Para quem não sabe, esse livro fala sobre inclusão social, e ela mostra que por mais tudo possa viver em perfeita ordem, nunca, mas nunca mesmo, haverá um só ser satisfeito, e é aí que mostramos, que falamos, que não existe perfeição quando certos mistérios estão escondidos debaixo do tapete. Ah, sabe que não existe ninguém perfeito né, o fato termos alguma deficiência não quer dizer que não somos seres humanos e nem quer dizer que somos incompletos (fica a dica 😉).

Agora vem viajar comigo...

Reino de Aqualis, onde tudo e todos vivem em perfeita harmonia, com boa saúde, com boas condições..., mas, nem tudo é exatamente perfeito, existe um porem nisso tudo, vem que eu te explico. No Reino de Aqualis existe segregação, isso mesmo, por mais que todos vivem em perfeita harmonia, existem segregação e UMA LEI (que é um absurdo!!)!!!! Segundo a lei, os "diferentes" são proibidos de se casarem e de reproduzirem, mas quem seriam esses diferentes? São aquelas pessoas que possuem algum tipo de deficiência, como não enxergar, não escutar ou falar, não ter uma perna ou braço e por aí vai. Não disse que era um absurdo!!! Pois então, essa lei foi criada para que esses "diferentes" não continuem a ser espalhar pelo Reino (como se fosse doença), e eles precisam viver separados das pessoas "normais", mas tudo estar preste a ser mudado.

Príncipe Neil, segundo filho da Família Real, um jovem bastante divertido, mas que por ser solteiro não lhe da a oportunidade de participar das questões políticas, de personalidade bastante forte, Neil não perde a chance de se calar, sempre se expressa e isso acaba gerando um certa discussão em família. Como se não bastasse, Neil acaba se encantando pela jovem Rina, mas o que todos não sabem é, Rina é uma "diferente" que nasceu sem um braço. Agora, como conquistar essa garota se existe uma lei que proíbe que todos nascidos "diferente" são proibidos de se casarem? Onde uma única brecha é que após os 50 anos de idades eles sejam livres para se casarem? Eles esperariam todo esse tempo para enfim viver esse amor? Ou simplesmente encararia a realidade e desistissem do amor?
O amor faz milagres. É isso... O amor faz milagres. O amor muda as pessoas! Quem sabe possa mudar uma Lei, não é mesmo? ...
Só posso dizer é, Príncipe Neil não desiste sem lutar, ele é obstinado e fará de tudo para, ao menos, tentar, e é nessa tentativa que Rina é contrata para ser professora de artes da pequena Princesa Emily. Ainda que sob olhares tortos das pessoas, Rina sempre se demostra humilde e dócil, e também muito talentosa, alias, quem iria se imaginar que uma garota que possui apenas um braço pudesse viver normalmente e fazer de tudo com qualquer pessoa né? Rina veio para mostrar que não importa as dificuldades, não importa quem você seja, nada, mas nada mesmo é limitado para que possa viver normalmente. 

É impressionante o quanto a gente mergulha nessa história, o quanto cada personagem vai se desenvolvendo, e claro, e o quanto isso é emocionante. Não poderia deixar de chorar, afinal o que Rina passa não é muito diferente do eu e outras pessoas que possuem alguma deficiência passa, não são os olhares, não são os comentários, são de fato os julgamentos precipitados que nós levamos. Tânia escreve com maestria, se desenvolve, faz mistério, e faz uma reviravolta impressionante!!! 

Aqui vamos descobrir o porquê de ter criado essa lei, veremos Neil conhecendo de perto quem esses "diferentes" e se encantar ao descobri que eles podem muito mais, e veremos uma reviravolta acontecer, os segredos que são escondidos por detrás dos panos. É como eu disse, não da para todos ficarem satisfeito, e nada é perfeito, Rina não foi colocada atoa no caminho de Neil, pois ela tem um grande significado no final, uma escolha que pode mudar tudo. 
- Você é meu herói... sem máscara, mas é o meu herói!
Parabéns Tânia, vou levar essa história comigo para sempre, e para sempre me lembrarei que posso ir além, e que Deus nunca deixa ninguém para trás, e é Nele a quem posso confiar, o que sei é, nada acontece por acaso, assim como Rina jamais acreditou quem poderia alguém vir a se apaixonar por ela, e foi essa paixão que fez todo o Reino de Aqualis começar a duvidar sobre essa tal lei. 

Super, mega indicado para você que não só ama um romance, mas um fantasia magnifica e muito bem desenvolvida. E não, aqui você não vai se decepcionar, pelo contrário, vai se apaixonar e se encantar pelo final, pois essa, eu realmente não esperava.

- Amiga, cada vez mais gosto do nosso príncipe, mas não preocupe, é só admiração mesmo, não me apaixonarei por ele. Você foi a escolhida!
- Escolhida Lara? Eu não me iludo, amiga, sei quem sou e o que posso ou não fazer - as palavras saíram com tristeza.
- Pare com isso! Você pode sonhar, amiga, e quem sabe um dia seu sonho se torna realidade?
- Sonhar com algo impossível não faz bem ao coração.
- Não sonhar também não faz bem ao coração, Rina.
- Então devemos sonhar com algo possível.
- Ah, que tédio, o possível acontece naturalmente, amiga! o impossível só é chamado assim até se transformar em algo possível, e enquanto não acontece, você faz o quê? Você pode sonhar!

Para adquirir o livro físico clicando aqui
E o ebook aqui




Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Veja os antigos!

© Biblioteca Lecture • Desenvolvimento com por